Garçom famoso em Porto Alegre lança autobiografia hoje
capa

Garçom famoso em Porto Alegre lança autobiografia hoje

Dinarte Valentini virou uma figura emblemática ao atuar no Bar do Beto

Por
Correio do Povo

Dinarte Valentini marcou época ao trabalhar como garçom no Bar do Beto

publicidade

Quando o garçom Dinarte Valentini, de 49 anos, pediu a saideira do Bar do Beto para servir à Justiça e ao Direito, a noite de Porto Alegre perdeu uma figura emblemática mas o dia ganhou um combativo profissional do setor jurídico. E para marcar essa virada de capítulo, ele decidiu compartilhar em detalhes a sua trajetória em uma longa entrevista ao jornalista e pesquisador Marcello Campos. O resultado está no livro-depoimento “De Bandeja – A História de Dinarte Valentini” (Arvoredo Books, 123p.), cujo lançamento será nesta terça-feira, 18h, no Bar do Beto (Venâncio Aires, 876). 

O cardápio tem prato principal de recheio generoso em idealismo, dedicação, persistência e camaradagem, temperados pela visão bem-humorada e sensível da vida. Na cobertura, histórias testemunhadas ou mesmo protagonizadas por um sujeito que reúne vários personagens em um só. Na sobremesa, 130 depoimentos de colegas, fregueses, amigos e familiares e muitos nomes famosos da música como Renato Borghetti, Raul Ellwanger e Luís Carlos Borges, entre outros. As vivências de Dinarte estão no livro, em textos e imagens: o guri arteiro de Encantado, o rapaz assustado em Porto Alegre, o aprendiz das madrugadas, o “psicólogo” da noite, o estudante incansável, o advogado combativo, o marido apaixonado, o pai amoroso, o amigo incondicional. Um homem de sorriso largo, mente aberta e coração pronto ao abraço.

“Ele carimbou a sua figurinha no álbum de tipos populares da cidade”, conta Marcello Campos, que engrossa sua lista de biografados que inclui Lupicínio Rodrigues e Norberto Baldauf. “Boa parte do caminho que eu percorri não deixa de ser um resumo das alegrias e dificuldades de uma rapaziada que sai do Interior em busca de oportunidades na Capital”, diz Dinarte.