Governo do Estado lança prêmio para o cinema gaúcho no 49º Festival de Gramado

Governo do Estado lança prêmio para o cinema gaúcho no 49º Festival de Gramado

O Prêmio buscará, em diversas categorias, valorizar o audiovisual realizado no RS, em meio a um momento de grande dificuldade no setor em todo o país

Correio do Povo

Além das categorias técnicas, o prêmio também será concedido a artistas e realizadores pelo mérito de suas trajetórias no audiovisual do Rio Grande do Sul.

publicidade

Foi publicado no Diário Oficial do Estado do RS, na última sexta-feira (23), o Prêmio Sedac/Iecine de Longas-Metragens Gaúchos. O prêmio é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine), em parceria com a GramadoTur, e busca destacar o papel histórico do Festival de Cinema de Gramado e a importância das produções gaúchas que têm no evento uma importante janela de exibição.
 
O Prêmio buscará, em diversas categorias, valorizar o audiovisual realizado no RS, em meio a um momento de grande dificuldade no setor em todo o país. Por meio da visibilidade do Festival de Cinema de Gramado, o Prêmio colocará em destaque um cinema regional que vem em constante desenvolvimento ao longo dos últimos anos e procura, mesmo em meio às dificuldades, manter-se em evidência no cenário nacional e latino-americano.
 
Além de destacar os talentos da safra anual de audiovisual, premiando as obras exibidas na programação da Mostra Gaúcha de Longas-Metragens do Festival, a iniciativa valoriza, também, o olhar curatorial e artístico da Associação de Críticos de Cinema do RS, que assumirá o júri da premiação juntamente com o Iecine e a GramadoTur.
 
“Com esse prêmio, o governo do Estado, através da Secretaria da Cultura e Iecine, reafirma seu papel no desenvolvimento e no fomento do audiovisual gaúcho, ao mesmo tempo em que reforça o protagonismo do Festival de Gramado na escrita dessa história”, avalia o governador Eduardo Leite. O Festival é considerado a principal janela da produção realizada no estado, além de reconhecer e celebrar o papel vital que o evento representa para o cinema brasileiro. 
 
"O Festival de Gramado é patrimônio da população gaúcha. Sua existência precisa ser celebrada e fortalecida. Ao apoiarmos o festival, reconhecido nacionalmente, estamos exaltando o valor de profissionais do cinema que têm em Gramado sua principal janela de trabalho e circulação de suas obras", destaca a secretária da Cultura, Beatriz Araujo.
 
“Desde sua criação, há 35 anos, o Iecine tem como um de seus propósitos dar suporte ao Festival de Gramado. As premiações que estamos criando buscam revelar uma produção já consolidada. Serão destacadas trajetórias artísticas, iniciativas de linguagem e inovação", ressalta o diretor do Iecine, Zeca Brito.
 
Festejar os talentos, exaltar as contribuições de linguagem e as trajetórias brilhantes de cineastas do RS são os principais objetivos do prêmio. Ao todo, serão dez novos Kikitos, divididos nas seguintes categorias técnicas: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Direção de Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Montagem, Melhor Desenho de Som e Melhor Trilha Musical.
 
Prêmio Leonardo Machado

Além das categorias técnicas, o prêmio também será concedido a artistas e realizadores pelo mérito de suas trajetórias no audiovisual do Rio Grande do Sul; trata-se do Prêmio Leonardo Machado, assim nomeado em homenagem ao ator gaúcho, premiado em Gramado, em 2009, por “Em Teu Nome” e falecido em 2018, aos 42 anos. Outra distinção a ser apontada é o Prêmio Novas Façanhas, que contemplará três realizadores, técnicos ou coletivos por sua contribuição à inovação e ao desenvolvimento técnico e de linguagem do audiovisual no estado.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895