"Ilha das Flores" completa 30 anos e ganha sessão especial em Porto Alegre
capa

"Ilha das Flores" completa 30 anos e ganha sessão especial em Porto Alegre

Evento ocorre neste sábado com participação do diretor Jorge Furtado

Por
Correio do Povo

"Ilha das Flores" foi eleito o melhor curta-metragem brasileiro de todos os tempos pela Abraccine

publicidade

Um dos curtas-metragens mais famosos do cinema gaúcho ganhará uma sessão especial pelo seu aniversário de 30 anos. "Ilha das Flores", de Jorge Furtado, será exibido neste sábado, às 20h, na Cinemateca Capitólio. O diretor participará de um debate com o público após a sessão. 

Além de "Ilha das Flores", serão exibidos outros três curtas dirigidos por Furtado: "Até a Vista" (2011), "A Matadeira" (1994) e "Veja Bem" (1994).

"Ilha das Flores" foi lançado em 1989 no Festival de Cinema de Gramado, onde recebeu os prêmios principais dos três juris (oficial, público e crítica). O curta ganhou notoriedade mundial ao ser premiado com o Urso de Prata do 40º Festival de Berlim, em 1990. 

Em maio deste ano, a produção foi eleita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), o melhor curta-metragem brasileiro de todos os tempos.

No curta, um tomate é plantado, colhido, transportado e vendido num supermercado, mas apodrece e acaba no lixo. O filme o segue até seu verdadeiro final, entre animais, lixo, mulheres e crianças. E então fica clara a diferença que existe entre tomates, porcos e seres humanos.