Julgamento do ator Cuba Gooding Jr. por agressão sexual é adiado
capa

Julgamento do ator Cuba Gooding Jr. por agressão sexual é adiado

Ele é acusado de apalpar uma mulher em um bar de Manhattan

Por
AFP

O advogado do ator, Mark Heller, disse a jornalistas após a audiência que confia em que o caso será indeferido

publicidade

O julgamento do ator e vencedor do Oscar Cuba Gooding Jr., acusado em junho de apalpar uma mulher em um bar de Manhattan, estava marcado para começar nesta terça-feira mas foi adiado para 10 de outubro, para dar mais tempo aos promotores para prepararem o caso. O advogado do ator, Mark Heller, disse a jornalistas após a audiência que confia em que o caso será indeferido, e insistiu em que as acusações "carecem totalmente de fundamento". "Estamos confiantes de que este será um caso-chave para o movimiento #NotMe (#EuNão)", disse, utilizando um termo que cunhou para se referir a celebridades falsamente acusadas de abusos sexuais.

Gooding, de 51 anos, é acusado de apalpar o seio de uma mulher sem seu consentimento em um bar de Manhattan em junho. O ator é acusado de toque forçado, um delito menor que pune com até um ano de prisão, segundo a lei estatal de Nova York. Gooding ganhou um Oscar em 1997 por interpretar um jogador de futebol americano em "Jerry Maguire: A Grande Virada". Ele recentemente interpretou OJ Simpson na série "The People vs. OJ Simpson: American Crime Story".