Marília Mendonça morre em queda de avião em Minas Gerais

Marília Mendonça morre em queda de avião em Minas Gerais

Acidente com aeronave aconteceu na tarde desta sexta, na Serra de Caratinga; cantora de 26 anos não resistiu aos ferimentos

R7

publicidade

Marília Mendonça, de 26 anos, morreu nesta sexta-feira após a queda de um avião, na Serra de Caratinga, em Minas Gerais. A cantora viajava a trabalho e faria shows pelo estado. A morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da artista, que também confirmou o falecimento de outras quatro pessoas - Henrique Ribeiro, Abicieli Silveira Dias Filho, Geraldo Martins de Medeiros Júnior e Tarciso Pessoa Viana - que estavam na aeronave. 

"Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento", informou em nota. 

O avião que levava Marília decolou de Goiânia com destino a Caratinga, MG, onde ela teria uma apresentação nesta noite. 

Veja Também

O Corpo de Bombeiros informou que a aeronave caiu próximo à Pousada Rodrigo Godinho, na zona rural de Piedade de Caratinga, MG. Eles foram chamados para atender a ocorrência por volta das 15h30 desta sexta. A princípio, a assessoria de imprensa de Marília divulgou que ela estava bem e teria sido levada ao hospital. Horas depois, a notícia da morte foi confirmada.

Antes de embarcar, a sertaneja falou sobre a viagem no Twitter e brincou ao comentar sobre as delícias da culinária mineira que não poderia comer por causa de uma dieta restrita que estava fazendo. "Essa é a realidade meu povo! Me conta aqui nos comentários mais delícias desse estado maravilhoso que é Minas Gerais!", escreveu ela na postagem.

Trajetória

Nascida em Cristianópolis, município do estado de Goiás, Marília teve seu primeiro contato com a música através da igreja e começou a compor quando tinha 12 anos, escrevendo canções para outros artistas. A cantora ganhou destaque nacional após lançar seu primeiro DVD, em 2016, e virou um dos maiores nomes do sertanejo com Infiel. No ano seguinte, em 2017, Marília foi indicada ao Grammy Latino com o álbum Realidade.

Em 2017, Marília foi indicada ao Grammy Latino com o álbum Realidade na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja. Dois anos depois, em 2019, lançou Todos os Cantos, um projeto roterizado com shows gravados pela cantora em todas as capitais do país. O álbum lhe rendeu uma certificação de disco de tripla platina pelas 240 mil cópias vendidas.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895