Morre, aos 65 anos, a "nobel" da arquitetura Zaha Hadid

Morre, aos 65 anos, a "nobel" da arquitetura Zaha Hadid

Ela estava internada para tratamento de bronquite e teve uma crise cardíaca

AFP

Ela assinou obras como o Centro Aquático de Londres

publicidade

A arquiteta anglo-iraquiana Zaha Hadid, que ganhou o Prêmio Pritzker em 2004, morreu nesta quinta-feira. As 65 anos, ela sofreu uma crise cardíaca em um hospital de Miami, nos Estados Unidos, informou seu estúdio com sede em Londres. 

"Com grande tristeza, Zaha Hadid Architects confirma que Zaha Hadid morreu subitamente em Miami esta manhã. Nesta semana ela contraiu uma bronquite e teve uma crise cardíaca durante seu tratamento no hospital", indica o comunicado.

Hadid foi a primeira mulher arquiteta a ganhar o Pritzker, considerado o Nobel da arquitetura. Entre suas obras se encontram o Centro Aquático de Londres e a Ópera da cidade chinesa de Guangzhou.

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895