Morre o cineasta Paulo Thiago, aos 75 anos

Morre o cineasta Paulo Thiago, aos 75 anos

O produtor faleceu neste sábado, dia 5, devido uma parada cardíaca, em consequência de uma doença hematológica

Correio do Povo

O cineasta Paulo Thiago faleceu neste sábado, dia 5, aos 75 anos

publicidade

Após sofrer uma parada cardíaca, o produtor e cineasta brasileiro Paulo Thiago faleceu na madrugada deste sábado, dia 5, aos 75 anos. O cineasta sofreu a parada cardiorrespiratória em consequência de uma doença hematológica. Desde o dia 7 de maio, ele estava internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. Natural de Minas Gerais, Paulo Thiago deixa sua esposa Gláucia Camargos, e seus filhos Pedro Antonio e Paulo Francisco. Ele será velado neste sábado, em cerimônia restrita para familiares.

Atualmente, o diretor estava se preparando para rodar “Rabo de Foguete”, baseado na obra de Ferreira Gullar, e um documentário sobre o grupo musical MPB4. Durante sua carreira, dirigiu importantes filmes e documentários, como “Vagas para moças de fino trato” (1993), “Policarpo Quaresma, herói do Brasil” (1997), “Orquestra dos meninos” (2008), “Jorge, um brasileiro” (1989) e "Sagarana, o Duelo" (1974), que foi o representante do Brasil na Competição Oficial do Festival de Berlim, deixando um grande legado.

Com o seu primeiro filme “Os Senhores da Terra” (1970), recebeu o prêmio da Fipresci, sendo um dos poucos cineastas brasileiros a conquistar o mesmo. Suas obras marcaram o início dos anos 1980 no país, produzindo os longas “O bom burguês” (1982), de Oswaldo Caldeira; “Beijo na boca” (1981), de Paulo Sérgio Almeida; e “Engraçadinha” (1981), de Haroldo Marinho Barbosa.

Filmografia:

Diretor:
"A Última Chance" (2018), com Marco Pigossi, "Doidas e Santas" (2016), "Fábio Leão – Entre o crime e o ringue" (2013), "Orquestra dos Meninos" (2008), "Coisa Mais Linda: Histórias e Casos da Bossa Nova" (2005), "O Vestido" (2003), "Poeta de Sete Faces" (2002), "Policarpo Quaresma: Herói do Brasil" (1998), "Vagas para Moças de Fino Trato" (1993), "Jorge, um Brasileiro" (1989), "Sagarana, Águia na Cabeça" (1984), "A Batalha dos Guararapes" (1978), "Soledade, a Bagaceira" (1976), "Museu do Ouro de Sabará" (curta-metragem) (1975), "Sagarana, o Duelo" (1974), "Os Senhores da Terra" (1970), "A Criação Literária de Guimarães Rosa" (curta-metragem) (1968), "Memória e Ódio" (curta-metragem) (1967), "O Homem na Praça" (curta-metragem) (1965), e "Baixada Fluminense" (curta-metragem) (1964).

Como produtor:
"Aparecida: O Milagre" (2010), "Fulaninha" (1986), "Muda Brasil" (1985), "O Bom Burguês" (1983), "Beijo na Boca" (1982), "Engraçadinha" (1981).


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895