Mulan será lançado diretamente na plataforma da Disney+

Mulan será lançado diretamente na plataforma da Disney+

Live-action não contará com estreia nos cinemas nos países que o serviço de streaming funciona

Lou Cardoso

"Mulan" não será mais lançado nos cinemas dos países que têm a Disney+

publicidade

Um dos filmes mais aguardados para este ano, e prejudicado pela pandemia do novo coronavírus, não contará mais com a tradicional estreia nos cinemas. Segundo o site Variety, o live-action de "Mulan" será lançado diretamente na plataforma de streaming Disney+. No entanto, ao contrário do restante do conteúdo disponível no catálogo, o filme entra em um pacote de aluguel pelo preço de 29,99 dólares a partir do dia 4 de setembro. 

Segundo a publicação, nos lugares onde o serviço Disney+ ainda não está disponível, "Mulan" deve ser exibido nos cinemas. Porém, a empresa não divulgou datas para a estreia. A previsão de lançamento da plataforma no Brasil é para novembro deste ano. 

"Mulan" tinha estreia prevista para março deste ano, mas teve o lançamento adiado para julho por causa da pandemia da Covid-19. Com os cinemas ainda fechados, a Disney decidiu por tirar o live-action do calendário oficial de estreias da empresa. 

De acordo com CEO da Disney, Bob Chapek, a estratégia do lançamento online de "Mulan" foi uma jogada necessária durante a pandemia e não reflete um novo modelo de negócios para a empresa. "Estamos vendo Mulan como um caso pontual, em vez de dizer que estamos vendo um novo modelo de janela de negócios", disse Chapek para Variety. 

Dirigido por Niki Caro e estrelado por Yifei Liu, "Mulan" conta a história de uma jovem destemida que arrisca a própria vida por amor à família para se tornar uma das maiores guerreiras de toda a China.  

Confira o trailer


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895