Mulheres, De Niro e dramas em cena

Mulheres, De Niro e dramas em cena

Um dos destaques no streaming é "O Protocolo de Auschwitz", representante da Eslováquia no Oscar

Marcos Santuario

O filme eslovaco é dirigido pelo cineasta e roteirista Peter Bebjak e é baseado na obra de Alfred Wetzler

publicidade

Há novas opções de filmes disponíveis, a partir desta quinta-feira, em plataformas digitais como Cinema Virtual, Belas Artes A La Carte e outras. Um destes destaques é “Uma Mulher Inesquecível”, longa escrito e dirigido por Eliza Petkova, diretora que ganhou o prêmio “Menção Especial” do júri internacional da Seção Geração no 66°º Festival de Cinema de Berlim (2016) pelo seu primeiro longa, “Zhaleika”. No filme, Petkova traz a história de Andrea, uma mulher sem passado que vive um triângulo amoroso incomum em que exige dos amantes mais do que eles podem suportar. Selecionado para o 70° Festival Internacional de Cinema de Berlim (2020). No elenco, estão Nina Schwabe, Henning Kober e Theo Trebs.

Na programação do Belas Artes A La Carte entram, a partir desta quinta-feira, produções como “Laura”, produção de 1944, ao estilo film noir e dirigida por Otto Preminger. O filme foi considerado um dos dez melhores filmes de mistério pela crítica internacional e o ator Vincent Price sempre o considerou o melhor filme de sua carreira. Na trama, um detetive de polícia se apaixona pela mulher cujo assassinato ele está investigando. Além de Price, o elenco conta com Gene Tierney, Dana Andrews e Clifton Webb.

Já Robert De Niro é o protagonista de “Culpado por Suspeita”, de 1991, longa dirigido por Irwin Winkler, e considerado o primeiro filme de Hollywood dedicado em sua totalidade ao contexto do “macarthismo” liderado pelo senador Joseph Raymond McCarthy, durante os anos 1950, nos EUA. No centro da produção, David Merrill é um cineasta chamado a prestar depoimento para um comitê que investiga atividades ligadas ao regime comunista. Nesta situação ele se nega a cooperar porque não quer prejudicar um amigo. Merril é incluído na lista que circula em Hollywood e que cita nomes de profissionais suspeitos de ter relações com o comunismo e não devem ser contratados. O dilema que vive é ajudar o amigo ou retomar a carreira. 

Outra novidade no streaming, em várias plataformas, é “O Protocolo de Auschwitz”, do cineasta e roteirista Peter Bebjak, e representante da Eslováquia para concorrer ao Oscar 2021 de melhor filme estrangeiro. Baseada na obra de Alfred Wetzler, “What Dante Did Not See”, tem no elenco Noel Czuczor, Peter Ondrejicka, John Hannah, Wojciech Mecwaldowski, Jacek Beler, Michal Rezný, Kamil Nozynski e Christoph Bach. O filme segue a história real de Freddy e Walter – dois jovens judeus eslovacos, deportados para Auschwitz em 1942. Em 10 de abril de 1944, após um planejamento meticuloso e com a ajuda e a resiliência de seus colegas internos, eles conseguiram escapar. Os dois homens são movidos pela esperança de que suas evidências possam salvar vidas. Feridos, eles voltam pelas montanhas para a Eslováquia. Com a ajuda de estranhos pelo caminho, eles finalmente conseguem cruzar a fronteira e encontrar a resistência e a Cruz Vermelha. Eles compilam um relatório detalhado sobre o genocídio sistemático no campo. No entanto, com a propaganda nazista e ligações internacionais ainda em vigor, seu relato parece ser muito angustiante para acreditar.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895