'No Ritmo do Coração' é Melhor Filme do Oscar, mas 'Duna' leva mais estatuetas

'No Ritmo do Coração' é Melhor Filme do Oscar, mas 'Duna' leva mais estatuetas

Jane Campion se torna a terceira mulher a ganhar Melhor Direção

Adriana Androvandi

Equipe de 'No Ritmo do Coração' recebe o troféu de Melhor Filme no palco

publicidade

"No Ritmo do Coração" (CODA) levou o Oscar de Melhor de Filme e mais duas estatuetas, a de Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante para Troy Kotsur. Este se tornou o primeiro surdo a ganhar a estatueta nesta categoria.

A cerimônia do Oscar 2022, realizada neste domingo à noite, deu à ficção científica "Duna" o maior número de estatuetas da noite. Foram seis frente às dez a que tinha sido indicada. Os destaques foram nas de categorias técnicas, como Efeitos Especiais, Som e Edição. "Ataque dos Cães", que era o campeão de indicações (12), ganhou apenas uma, a de Melhor Direção para Jane Campion, que se torna a terceira mulher a ganhar na categoria.

Outros prêmios foram distribuídos entre os vários concorrentes. Ariana DeBose ganhou Melhor Atriz Coadjuvante por "Amor, Sublime Amor". Will Smith, que deu um tapa no apresentador Chris Rock durante a cerimônia após uma piada feita sobre sua mulher Jada (causando frenesi nas redes sociais), ganhou como Melhor Ator por "King Richard". Os membros da Academia valorizaram a diversidade, com prêmios para latinos, negros e com uma pauta inclusiva ao destacar a comunidade surda com o filme "No Ritmo do Coração", uma refilmagem de 'A Família Bélier" (França, 2014). 

Jessica Chastain levou o troféu de Melhor Atriz para casa por "Os Olhos de Tammy Faye" e ressaltou, em seu discurso de agradecimento, os direitos da comunidade LGBTQI+. Este filme ganhou ainda Melhor Maquiagem e Penteado. 

'Encanto' ficou com o prêmio de Melhor Animação.  A edição do Oscar apostou em mais apresentações musicais, sendo alguns deles inspirados nesta produção.

Mila Kunis fez um momento destinado a pensar nas vidas que estão sendo perdidas na guerra da Ucrânia e pediu um minuto de silêncio pelas vítimas do conflito. Por um momento, as telas exibiram mensagens pedindo o envio de ajuda e listando as necessidades básicas dos ucranianos. "Pedimos a vocês que ajudem a Ucrânia da forma que puderem", dizia uma delas.

Homenagens a filmes clássicos ocorreram durante a cerimônia, como a “O Poderoso Chefão”, com a presença de Al Pacino, Francis Ford Coppola e Robert De Niro. Estes momentos, assim como a lembrança dos que morreram trouxe nostalgia ao teatro, que voltou a receber o evento após os 2 anos. 

A decisão de dar alguns prêmios antes da cerimônia foi bastante criticada por cineastas. A proposta era dar mais tempo para números musicais em uma tentativa de subir a audiência, que vinha caindo nos últimos anos. Mas a retirada do recebimento de troféus de categorias importantes do palco principal não teve apoio dos profissionais da área. Resta ver se houve resposta no números de espectadores quando a audiência for divulgada. É uma questão a ser repensada, assim como as piadas infames que volta e meia algum apresentador diz durante evento. 

 

Lista do vencedores:

Melhor Filme: No Ritmo do Coração

Melhor Direção: Jane Campion por Ataque dos Cães

Melhor Ator: Will Smith por King Richard

Melhor Atriz: Jessica Chastain por Os Olhos de Tammy Faye

Melhor Atriz Coadjuvante: Ariana DeBose por Amor, Sublime Amor

Melhor Ator Coadjuvante: Melhor Ator Coadjuvante foi para Troy Kotsur em 'No Ritmo do Coração'

Melhor Fotografia: Greig Fraser, por Duna

Melhor Efeitos Especiais: Duna

Melhor Longa de Animação: Encanto

Melhor Roteiro Adaptado: No Ritmo do Coração

Melhor Roteiro Original: Belfast

Melhor Figurino: Cruella

Melhor Canção: No Time to Die, de 007, por Billie Eilish e Finneas O’Connel

Melhor Filme Estrangeiro: Drive My Car (Japão)

Melhor Documentário: Summer of Soul

Melhor Curta em Live Action: The Long Goodbye

Melhor Curta Documentário: The Queen of Basketball, de Ben Proudfoot

Melhor Curta de Animação: The Windshield Piper, de Alberto Mielgo

Melhor Design de Produção: Duna

Melhor Edição: Duna

Melhor Som:- Duna

Melhor Trilha Sonora Original:  Hans Zimmer, por Duna

Melhor Maquiagem e Cabelo - Os Olhos de Tammy Faye


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895