O ator Kenan Bernardes encena "Medea Mina Jeje"

O ator Kenan Bernardes encena "Medea Mina Jeje"

A peça é um poema-pranto de uma mulher negra escravizada

Por
Correio do Povo

Kenan Bernardes encena peça hoje em live


publicidade

O ator Kenan Bernardes encena “Medea Mina Jeje”, um poema-pranto de uma mulher negra, escravizada na Vila Rica de Nossa Senhora de Pilar de Ouro Preto, nas Minas Gerais do século 18. A apresentação é hoje, às 21h30min, dentro do projeto Teatro #EmCasaComSesc. Trasmissão pelo youtube.com/sescsp.  

Na trama, ao saber que seu filho Age seria perseguido, mutilado e novamente aprisionado à boca de uma mina de ouro, Medea decide por sacrificá-lo, numa tentativa de libertá-lo da própria sina.

Com dramaturgia de Rudinei Borges, direção de Juliana Monteiro e atuação de Kenan Bernardes, a peça parte da jornada mítica de Medeia, do dramaturgo grego Eurípedes, em fricção com alguns dados históricos de negros escravizados na época do Brasil Colônia.


A peça reconstitui a trajetória de uma mãe negra escravizada que opta pela decisão mais difícil a fim de livrar o seu filho do penoso trabalho nas minas de ouro que moveram a economia do Brasil durante séculos. O monólogo é indicado para maiores de 14 anos.