Oficinas vão da música ao roteiro e interpretação

Oficinas vão da música ao roteiro e interpretação

Inscrições estão abertas, para atividades com profissionais de destaque, como Felipe Karam, Jorge Furtado e Zé Adão Barbosa

Correio do Povo

Violinista e compositor Felipe Karam

publicidade

“Violino no Choro - Fomento e Difusão da Música Genuinamente Brasileira” é o projeto que se propõe a levar o estudo da MPB para as orquestras juvenis, em cinco cidades gaúchas. Desta sexta até o dia 20, estão abertas as inscrições (www.violinonochoro.com.br) para as atividades em Montenegro, que ocorrerão de 5 a 9 de abril, compostas por oficina, masterclasses e um concerto didático. As demais cidades da circulação sãoNovo Hamburgo, Caxias do Sul e Porto Alegre.  

Fomentar e difundir os estudos dos gêneros e ritmos do Brasil, assim como desmistificar instrumentos, do ambiente exclusivo da música de concerto é o mote da iniciativa, encabeçada pelo violinista e compositor Felipe Karam. Parte das vagas é destinada aos alunos de orquestras jovens ou projetos sociais de música, como os projetos sociais da Fundarte, mas é aberta a todos, até o limite de vagas. 

Zé Adão Barbosa ministra Oficina de Montagem Audiovisual com textos de Samuel Beckett pela Casa de Teatro de Porto Alegre, de 9 de março a 29 de abril, pelo site www.casadeteatropoa.com.br. Asaulas ocorrem nas terças e quintas, às 18h20min, propondo uma imersão na produção do autor de “Esperando Godot”, “Fim de partida” e “Dias Felizes”, entre outros. Estudo da voz, da expressividade corporal e improvisações serão seguidos de uma análise das obras. No final o aluno participará de uma montagem, na linguagem audiovisual, com textos de Beckett, “Nada ou o Silêncio”. 

O diretor e roteirista Jorge Furtado (“Todas as Mulheres do Mundo”, “Meu Tio Matou um Cara”, “Rasga Coração”) promoverá um curso inédito de Criação de Roteiro, com início no próximo dia 16, dividido em 27 aulas, que poderão ser assistidas de qualquer lugar, inaugurando um novo formato de cursos gravados: o b_arco on. No conteúdo, os elementos da linguagem, as etapas de desenvolvimento do roteiro, os personagens, a trama, as cenas, os diferentes gêneros e formatos, além de exemplos práticos, ilustrados com cenas de filmes ou séries. Cerca de 230 vagas serão destinadas a instituições e ONGs parceiras do Projeto Paradiso, iniciativa filantrópica de apoio ao audiovisual nacional, mantido pelo Instituto Olga Rabinovich. Até o dia anterior, interessados podem se inscrever para assistir uma aula gratuita, pelo site https://barco.art.br/curso-roteiro-jorge-furtado. 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895