Oito homens condenados a até 2 anos de prisão por roubo de Banksy em Paris

Oito homens condenados a até 2 anos de prisão por roubo de Banksy em Paris

Obra foi roubada em 2019 e homenageia as vítimas dos ataques jihadistas de novembro de 2015 na capital francesa

AFP

A imagem de uma jovem triste ficava na porta casa de shows Bataclan, um dos locais do ataque

publicidade

A justiça francesa condenou nesta quinta-feira, dia 23, oito homens a até dois anos de prisão pelo roubo em 2019 de uma obra de Banksy, que homenageou as vítimas dos ataques jihadistas de novembro de 2015 em Paris. 

A imagem de uma jovem triste ficava na porta casa de shows Bataclan, um dos locais do ataque.  

Um dos três indivíduos que admitiram o roubo foi condenado a quatro anos de prisão e os outros dois a três anos de prisão. Os três homens, que têm cerca de 30 anos, poderão cumprir a pena com tornozeleira eletrônica.

Outro homem de 41 anos, que a acusação considerou como mandante, foi condenado a três anos de prisão e mais 20 meses de uso de tornozeleira eletrônica, por esconder a porta. 

Os fatos ocorreram em 26 de janeiro de 2019. Três homens mascarados cortaram as dobradiças com ferramentas elétricas acionadas por um gerador e, em menos de 10 minutos, saíram com a obra.

Os investigadores conseguiram encontrar a porta em uma fazenda em Sant'Omero, no centro da Itália, em 10 de junho de 2020. 

A justiça impôs 10 meses de prisão a três homens por participarem do transporte da obra. O único italiano julgado - os restantes são franceses - foi condenado a seis meses de prisão com pena suspensa, por guardar o Banksy em um hotel na Itália.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895