Oralidade negra e Elizabeth Bishop em lives cênicas

Oralidade negra e Elizabeth Bishop em lives cênicas

Ouvindo Passos Cia. de Dança apresenta a investigação "Dançadoras de Histórias e Regina Braga é atração do Teatro #emcasacomsesc

Ouvindo Passos Cia. de Dança em "Dançadoras de Histórias"


publicidade

“Dançadoras de Histórias” é a iniciativa da Ouvindo Passos Cia de Dança que  investiga a gestualidade das oralidades negras e se baseia na construção física a partir de narrativas e memórias de artistas convidadas. O projeto teve início no último dia 2 e nesta terça prevê live da arte-educadora e palhaça Beth Castro, contando aspectos de sua infância, no encerramento da atividade, viabilizada pelo edital Arte Como Respiro do Itaú Cultural. A transmissão será a partir das 18h, no Facebook do grupo. 

Na série Teatro #emcasacomsesc, promovida pelo Sesc São Paulo, que apresenta monólogos todas as segundas, quartas, sextas e domingos, hoje Regina Braga parte da sua experiência na peça “Um Porto para Elizabeth Bishop”, para contar sobre o período em que a poeta norte-americana viveu no Brasil. A transmissão será a partir das 21h30min, pelo youtube.com/sescsp e também pelo instagram.com/sescaovivo. Em cena, a aventura de uma mulher frágil e solitária diante de um país estranho e de seus demônios internos. As cenas servem de ilustração para o relato da atriz sobre a personagem e sobre seu trabalho na peça, escrita especialmente para ela por Marta Góes. A direção de arte de Paulo Camacho ajuda a sublinhar as diferentes atmosferas do relato e do drama. 

“Um Porto para Elizabeth Bishop” estreou em 2001, no Festival Internacional de Teatro de Curitiba, com Regina Braga e direção de José Possi Neto.  Elizabeth Bishop é autora homenageada desta edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), adiada devido à pandemia. O ciclo de palestras em torno da autora homenageada, no entanto, está acontecendo on-line a desde 10 de agosto, em parceria entre o Sesc e a Flip. Na próxima quinta, 20, às 18h30min, a dramaturga Marta Góes e a atriz Regina Braga realizam bate-papo sbre a peça.