Paulo Gustavo tem quadro irreversível, mas com sinais vitais, informa boletim médico

Paulo Gustavo tem quadro irreversível, mas com sinais vitais, informa boletim médico

Situação de humorista piorou muito nas últimas 48 horas após identificação de embolia que afetou o sistema nervoso central

R7

O comediante está internado desde o dia 13 de março

publicidade

O quadro de saúde do ator Paulo Gustavo é irreversível, informou boletim médico divulgado na noite desta terça-feira (3). A situação do humorista piorou muito após identificação de embolia, que afetou, entre outras coisas, o sistema nervoso central. O artista, que está internado desde o o último dia 13 de março por conta de complicações da Covid-19, está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital particular no Rio de Janeiro. 

"Após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, dia 3, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante. Apesar da irreversibilidade do quadro, o paciente ainda se encontra com sinais vitais presentes", apontou a nota oficial. 

O comediante está internado desde o dia 13 de março, em um hospital particular do Rio de Janeiro, após ser diagnosticado com covid-19. Uma semana após a confirmação da internação, no entanto, Paulo Gustavo precisou ser transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para ser intubado.

Dias depois, em 2 de abril, o quadro do humorista piorou e ele foi submetido ao uso de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) — aparelho que funciona como um pulmão artificial e oferece oxigenação para pacientes em estado crítico. Devido às sessões, ele precisou fazer uma transfusão de sangue.

No último dia 9 de abril, Paulo Gustavo passou por mais um procedimento médico devido às complicações pulmonares causadas pela doença. Após a microcirurgia, o quadro chegou a ficar estável. Dias depois, em 26 de abril, o humorista foi diagnosticado com uma nova pneumonia bacteriana.

A situação se agravou ainda mais no dia 2 de maio. O ator, que chegou a apresentar sinais de melhora, sofreu uma piora repentina após identificação de uma embolia gasosa disseminada, que afetou, entre outras coisas, o sistema nervoso central.

Veja Também


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895