Porto Verão Alegre oferece dramas, risadas e música

Porto Verão Alegre oferece dramas, risadas e música

Programação acontece em vários espaços da cidade

Correio do Povo

Guri de Uruguaiana é um apresentador de TV e Licurgo seu hilário assistente de palco, no ‘Programa do Guri’

publicidade

O som de jazz e a ausência de distinção entre opressor e oprimido é o mote de “Chiiicago – Nem tudo é jazz”, de Maurine Dallas, que está em cartaz nesta terça e quarta-feira, às 21h, no Theatro São Pedro (Praça da Matriz, s/nº). Uma mulher gorda quer ser uma estrela do cabaré, mas é enganada e acaba cometendo um grave crime. Na prisão, ela se depara com narrativas marginais que evidenciam o sistema de silenciamento vivenciado e praticado por todos nós. Quinze atores atuam na peça, dirigida por Luiz Manoel, que fala da injustiça que paira em tempos atuais. 

Tendo como base a obra de João Gilberto Noll são lançados oito olhares sobre imperfeições, em “Aquilo Que Nos Amanhece”, em cartaz de hoje a quinta, 20h, na Casa de Espetáculos (Visconde do Rio Branco, 691). Com direção de Júlio Conte, a montagem propõe reflexões a partir de como enxergamos o drama de cada um e como nós mesmos nos vemos. Em devaneios e diálogos, cada história se revela em parte.

Nestes mesmos dias, mas às 20h, no Teatro Bruno Kiefer (Casa de Cultura Mario Quintana), “Habite-me” tem autoria e interpretação de Carolina Garcia Marques e direção de Paulo Balardim. Operando num universo de imagens que oscilam entre o corpo humano marionetizado e o boneco animado num espaço disforme e maleável, como uma realidade em constante transformação.

Neste espetáculo, “habitar” confunde-se com “ser habitado”. Aqui o receptáculo é o corpo humano, investido de máscaras e bonecos que, por meio das relações entre esses elementos com o espaço, com a luz e a música, percorre o tema da habitação e angaria um sentido onírico e metafísico, ao associar-se com a vida e com a morte, bem como com a sensação de pertencimento que nos preenche quando encontramos sentido em algo que nos completa.

Somente nesta terça e quarta tem “Voltei − Samba do Além”, às 20h, no Teatro de Arena (altos do viaduto da Borges de Medeiros, 835), com o grupo Eclipse. Dois músicos fantasmas (Nina Eick e Sérgio Olivé) se encontram para falar do bar onde trabalhavam quando vivos, e lembram de situações e personagens que passaram por lá. Cada história termina com a execução de uma música da MPB em canto e piano, de nomes como Noel Rosa, Cartola, Adoniran Barbosa, Tom Jobim e Chico Buarque, entre outros.

A atriz Heloísa Palaoro comanda um programa de auditório no Bar do Nito (Lucas de Oliveira, 105) hoje, a partir das 20h e também dia 4 de fevereiro. Esquetes cômicos, dança e música ao vivo serão apresentados no tradicional reduto da boemia da Capital, com convidados especiais.

Jair Kobe dá vida ao Guri de Uruguaiana e Vitor Leal, seu fiel escudeiro, a Licurgo, no “Programa do Guri”, que estará nas terças-feiras, de hoje até 11 de fevereiro, às 21h, no Teatro da Amrigs (Ipiranga, 5311).

O novo show tem formato de programa de auditório, com brincadeiras, músicas e muita interação com a plateia. Desta vez o personagem se transforma em um apresentador de televisão e Licurgo, em um assistente de palco atrapalhado. Nas atrações, os quadros "Tchê Voice Bagual", "Quem Sabe Mais", "Desafio da Chula" e o jogo "Truco ou Retruco", “Maragatos x Chimangos” e “Sagu na Cara”!


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta sexta-feira, dia 12 de abril de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895