Prêmios Platino 2021 anuncia pré finalistas

Prêmios Platino 2021 anuncia pré finalistas

Marcos Santuario

O filme “Três Verões”, de Sandra Kogut, é o brasileiro mais pré-indicado na lista de candidaturas por categoria para a edição 2021 dos Prêmios Platino do Cinema e do Audiovisual Iberoamericano

publicidade

Foram apresentados na manhã desta sexta-feira, em Madri, os candidatos que permanecem na corrida nesta 8ª edição dos Prêmios Platino do Cinema e do Audiovisual Ibero-americano, que serão entregues dia 3 de outubro na capital espanhola. Desta seleção sairão quatro concorrentes por categoria, que estarão na disputa final da premiação. 

Os brasileiros que estão na competição marcam presença em diversas categorias. 

“Três Verões”, de Sandra Kogut, é o filme brasileiro mais pré-indicado (sete vezes) na lista de 20 candidaturas por categoria

O longa-metragem está pré-indicado para Melhor Filme de Ficção, Direção (Sandra Kogut), Interpretação Feminina (Regina Casé), Coadjuvante Masculino (Otávio Müller), Roteiro (Iana Cossoy Paro e Sandra Kogut ), Edição ( Luisa Marques, Sergio Mekler) e Música Original (Berna Cepas).

Com crescente interesse das audiências  e da indústria audiovisual, as minisséries marcam categoria a parte nos Prêmios Platino. E o gaúcho Jorge Furtado foi pré-indicado pela criação de “Todas as mulheres do mundo", baseada em obra de Domingos de Oliveira. A série também compete em Interpretação Masculina (Emilio Dantas) e Interpretação Feminina (Martha Nowill).

 De volta aos filmes de ficção, “Boca de Ouro” é outra produção brasileira que está pré-indicada para Interpretação Masculina (Marcos Palmeira), Coadjuvante Feminina (Lorena Comparato), Coadjuvante Masculino (Silvio Guindane) e Fotografia (Felipe Reinheimer). Outro brasileiro em competição será “Fim de Festa”, pré-indicado para Direção (Hilton Lacerda), Interpretação Masculina (Irandhir Santos), Roteiro (Hilton Lacerda e Anna Francisco) e Edição (Mair Tavares).

Dirigido por Allan Deberton, o longa “Pacarrete” está pré-indicado para Melhor Filme de Estreia (Allan Deberton), Interpretação Feminina (Marcelia Cartaxo), Coadjuvante Feminina (Zezita Matos), e Direção de Arte (Rodrigo Frota).

“A Febre” está pré-indicada para Melhor Filme de Estreia (Maya Da-Rin) e Edição de Som (Felippe Schultz Mussel, Breno Furtado, Romain Ozanne).

Elogiado pelo público e pela crítica, “Babenco - Alguém tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou”, de Bárbara Paz, e “Dentro da Minha Pele”, de  Tony Venturi e Val Gomes, estão pré-indicados para a categoria Documentário. O filme de Venturi e Val também segue no páreo para o prêmio na categoria Educação em Valores.

No universo da Animação os brasileiros pré-selecionados são "O Pergaminho Vermelho", "Os UnderUndergrounds", e "Osmar, a primeira fatia do pão de forma".

Produção nacional de sucesso, a série “Bom dia, Verônica", está pré-indicada em quatro categorias: Melhor Minissérie, Criador (Raphael Montes), Interpretação Masculina (Eduardo Moscovis) e Atriz Coadjuvante (Camila Morgado). "Arcanjo Renegado" está pré-indicada para Melhor Minissérie, Interpretação Feminina (Erika Januza) e Coadjuvante Masculino (Flavio Bauraqui). “Desalma" está pré-indicada para Interpretação Feminina (Cássia Kis) e Coadjuvante Masculino (Bruce Gomlevsky). “1 Contra Todos" está pré-indicada para Interpretação Masculina (Julio Andrade).

Os Prêmios Platino do Cinema Ibero-Americano, promovidos pela EGEDA, (Entidade de Gestão de Direitos dos Produtores Audiovisuais), com FIPCA (Federação Ibero-americana de Produtores Cinematográficos e Audiovisuais) e com o apoio das Academias e Institutos de Cine Ibero-americanos, destacam as produções e criadores mais importantes a cada ano, com 22 premiações e um Prêmio de Honra.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895