Professor de Escrita Criativa da PUCRS lança livro de contos

Professor de Escrita Criativa da PUCRS lança livro de contos

“O Lado Que Não Era Visível Para Quem Estava na Estrada”, de Luís Roberto Amabile, reúne 15 histórias que provocam o leitor a refletir sobre o que é ficção e o que não é

Correio do Povo

Luís Roberto Amabile é autor de “O Amor é um Lugar Estranho”e “O Livro dos Cachorros”

publicidade

O escritor e professor na Escola de Humanidades da PUCRS, Luís Roberto Amabile, está lançando seu mais novo livro de contos, “O Lado que Não Era Visível Para Quem Estava na Estrada”, pela Zouk. Neste sábado, às 19h, o autor vai falar sobre o processo de escrita do livro e sobre criação literária em geral, num bate-papo com a escritora Leila de Souza Teixeira, transmitido pelas redes sociais da Zouk.

A obra é formada por 15 contos que, além da força narrativa, têm como destaque o trabalho com a linguagem e a forma. Amabile se utiliza de recursos como mapas, fotos, notas e adendos, que funcionam como uma curiosidade extra-literária e provocam o leitor a refletir sobre o que é ficção e o que não é. “Tem de ser bom de ler e ao mesmo tempo precisa instigar o leitor a fugir da zona de conforto”, diz o autor. Os temas giram em torno das relações familiares, amorosas e da própria literatura, por meio da aparição, como projeções, de escritores. O projeto do livro valeu a Amabile o incentivo do ProAC (edital de bolsa de criação literária, 2014) e uma residência literária da Associação Gaúcha de Escritora (AGES), em 2015.

Autor de “O Amor é um Lugar Estranho” (2012, finalista do Prêmio Açorianos) e “O Livro dos Cachorros” (2015, vencedor da chamada para publicação do IEL/RS), Amabile também trabalhou por dois anos com Luiz Antonio de Assis Brasil na elaboração de “Escrever Ficção – Um Manual de Criação Literária” (2019), no qual assina como colaborador. Teve textos publicados em revistas e antologias no Brasil, em Portugal, na Espanha e nos Estados Unidos. Atualmente, leciona Teoria Literária e Escrita Criativa na PUCRS.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895