Quatro traficantes acusados pela morte por overdose do ator Michael K. Williams

Quatro traficantes acusados pela morte por overdose do ator Michael K. Williams

O ator de 54 anos foi encontrado morto em seu apartamento em Nova York, em setembro de 2021

AFP

Michael K. Williams inerpretava Omar Little na série "The Wire"

publicidade

Os promotores de Nova York disseram nesta quarta-feira (2) que acusaram quatro homens por conexão com a morte por overdose de drogas do ator Michael K. Williams, da famosa série "The Wire".

Williams, que interpretou Omar Little na aclamada série de televisão, morreu de overdose acidental de drogas em setembro.

O ator de 54 anos foi encontrado morto em seu apartamento em Nova York.

Os homens foram acusados de conspiração para distribuir a heroína misturada com fentanil que matou Williams, declarou o promotor do Distrito Sul de Nova York em comunicado.

O promotor identificou os homens como Irvin Cartagena, Héctor Robles, Luis Cruz e Carlos Macci. Cartagena foi supostamente quem vendeu ao ator a dose mortal, segundo o advogado Damian Williams, e poderá ser condenado a uma sentença de pelo menos 20 anos de prisão ou até prisão perpétua.

O ator indicado ao Emmy morreu de "intoxicação aguda pelos efeitos combinados de fentanil, p-fluorofentanil, heroína e cocaína", afirmou o legista-chefe de Nova York.

Williams recebeu elogios por seu papel em "The Wire", onde interpretou um ladrão homossexual especializado em roubar traficantes de drogas.

Ele também era conhecido por seu papel como Albert 'Chalky White' na série da HBO "Boardwalk Empire".

O ator falava abertamente sobre sua luta contra o vício em drogas e revelou à mídia americana que gastou grande parte do dinheiro que ganhou com a série "The Wire" em narcóticos.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895