Robson Almeida celebra lançamento do EP “Reflita”

Robson Almeida celebra lançamento do EP “Reflita”

Primeiro trabalho solo do músico, que integra o duo Danadões, foi produzido no período da quarentena

Vera Pinto

Com quatro faixas, EP de Robson Almeida teve um uma boa receptividade do público, ultrapassando 2 mil streamings

Em meio ao caos em tempos de pandemia e ao extenso período de isolamento social trazido por ela, têm sido cada vez mais necessário, para quem trabalha com música, encontrar meios de dar sequência aos projetos e fazer escoar o material criado, com o intuito de atingir o maior número de pessoas. Foi nesta pegada que Robson Almeida, que faz parte do duo Danadões, aproveitou a produção que vinha fazendo em casa e lançou seu primeiro trabalho solo – o EP “Reflita”, já disponível em todas as plataformas digitais. Com quatro faixas – “Hey Você”, “Virgo” (composta em parceria com a poeta Rafaela Fischer), “Bia” e “Sou Livre Para Amar”, todas são de autoria própria e produzidas por Thiago Heinrich, responsável também pela mixagem e masterização, no estúdio TH Audioworks, na cidade de Parobé.

O EP, que foi lançado no dia 25 de agosto, teve um uma boa receptividade do público e ultrapassou os 2 mil streamings. A arte gráfica da capa e encarte ficaram a cargo de Vinicius Goulart, também amigo de Robson.  “Recebi vários elogios dos seguidores dos “Danadões”, embora a proposta com o "Reflita" seja outra e bem diferente, pois as letras são mais um desabafo singular e com um forte teor político”, afirma Robson. Apesar do recente lançamento ter ainda um longo caminho a percorrer – o músico deseja alcançar o público do Rio de Janeiro, São Paulo e outras cidades do Brasil - o duo Danadões também segue em atividade. Com nove anos, o projeto, que já tem uma estrada percorrida e dois discos lançados, deu uma pausa durante a pandemia, tendo alguns shows suspensos, mas a ideia, segundo o Robson, é dar sequência à agenda assim que possível. 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895