Série com equipe gaúcha questiona críticos

Série com equipe gaúcha questiona críticos

A estreia é no canal Prime Box Brazil nesta quarta-feira

Correio do Povo

O diretor Luiz Alberto Cassol ao lado do crítico Rubens Ewald Filho no set

publicidade

Um seriado que se propõe a refletir sobre a crítica cinematográfica realizada no Brasil estreia nesta quarta-feira. É a série “Crítica”, com direção do gaúcho Luiz Alberto Cassol. Em cena, especialistas cedem à posição de fala ao se tornarem entrevistados. O registro também documenta uma homenagem póstuma por meio de depoimentos exclusivos de Rubens Ewald Filho, falecido em junho de 2019, sobre sua trajetória na sétima arte. O primeiro episódio vai ao ar hoje, 21h, no canal de TV por assinatura Prime Box Brazil. Ao todo, são oito episódios de 30 minutos.
Com a análise fílmica na pauta, a produção revisita conceitos e peculiaridades da cobertura realizada por impressos, rádio, TV e Internet; distingue gêneros narrativos e formatos – dos longas-metragens às séries; e debate a presença feminina na atividade. Evolui para mostrar a dependência que as produções podem ou não ter dos artigos para o desempenho nas janelas exibidoras e a influência que as avaliações têm entre si.
O audiovisual também aborda a relação próxima que os profissionais mantêm com os realizadores culturais, retratada como uma característica do mercado brasileiro. Afinal, a crítica é um método ou um posicionamento? “Embora amparada por técnica discursiva, a subjetividade está presente na recepção das obras. Transmite as experiências de vida, influências artísticas e o conhecimento filmográfico de quem avalia”, adianta Cassol, sobre o consenso dos personagens. Além de Rubens Ewald Filho, também estão outros críticos de São Paulo, como Luiz Carlos Merten (O Estado de S. Paulo), Luiz Zanin Orichio (O Estado de S. Paulo), Jean-Claude Bernardet (teórico, acadêmico e escritor), Celso Sabadin (site Planeta Tela), Maria do Rosário Caetano (colunista da Revista de Cinema). Representantes de outros estados integram a lista de entrevistados, como Carlos Eduardo Lourenço Jorge (colunista da Folha de Londrina, Paraná) e Ismaelino Pinto (colunista de O Liberal, Belém do Pará). De Minas Gerais, estão Paulo Henrique Silva (jornal Hoje em Dia) e Pablo Villaça (editor do Cinema em Cena). 

O jornalista e professor Marcos Santuario, editor do Correio do Povo, é um dos participantes gaúchos, ao lado de nomes como Ivonete Pinto, professora e atual presidente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), e de dois jornalistas que lideram a Associação de Críticos de Cinema do RS (ACCIRS), Fatimarlei Lunardelli e Daniel Feix. Outros gaúchos entrevistados foram Mônica Kanitz Robledo Milani e Roger Lerina. A série “Crítica” é um trabalho da produtora gaúcha Accorde Filmes. Luiz Alberto Cassol é cineclubista, diretor, produtor e roteirista com experiência em documentários e ficcionais para cinema, TV e streaming.

 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895