Seleção de filmes suíços inéditos

Seleção de filmes suíços inéditos

A mostra ‘Volta ao Mundo’ pode ser vista na programação da Petra Belas Artes À La Carte

Marcos Santuario

Com locações no estado do Arizona (EUA), ‘Deserto/My Little One’ integra a seleção

publicidade

Para destacar a cinematografia dos mais diversos países ao redor do mundo, começa nesta quinta-feira a mostra denominada “Volta ao Mundo”, pela plataforma de streaming do Petra Belas Artes À La Carte. E, para inaugurar a temporada de viagem pelas cinematografias mundiais, o streaming marca também a sua primeira parceria internacional exclusiva, com a Suíça, para a realização do festival com oito filmes produzidos no país. Pouco conhecida por aqui, a cinematografia suíça chega graças à parceria com a Swiss Film Foundation, com produções raras e inéditas no Brasil.

Entre os filmes que poderão ser vistos a partir de hoje estão dois longas do aclamado diretor Alain Tanner, suíço que estudou economia na Universidade de Genebra, onde em 1951, se associou ao cineclube criado por Claude Goretta, e deu a guinada em sua vida para viver do e para o cinema. São de sua autoria “O Último a Rir/Charles mort ou Vif”, seu primeiro longa ficcional, vencedor do Leopardo de Ouro de Melhor Filme no Festival de Locarno; e “Na Cidade Branca/Dans La Ville Blanche”, de 1983 , que é protagonizado por Bruno Gans.

A seleção que entra no À La Carte reúne ainda produções como “Desejo de Voar/Mare”, do ano passado, terceiro longa da diretora Andrea Staka. Outro título disponível é “O Caminho para Moscou”/Moskau Einfach!”, também do ano passado, dirigido por Micha Lewinsky. 

Com locações no estado americano do Arizona, “Deserto”/My Little One” integra a seleção de filmes, e traz entre os protagonistas Mathieu Demy, que é filho dos cineastas Agnès Varda e Jacques Demy, e Anna Mouglalis. Encerra a lista do ciclo “Volta ao Mundo” a produção “Sturm”, com atriz Jella Haase.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895