Thiago Ramil lança álbum em 4 EPs

Thiago Ramil lança álbum em 4 EPs

Com o lançamento de "O Sol Marca" neste início de abril, o cantor e compositor gaúcho dá start para o álbum completo

O primeiro dos quatro EPs que compõem o álbum é "O Sol Marca"

publicidade

Neste início de abril, o cantor e compositor Thiago Ramil lança o primeiro volume ("O Sol Marca") de seu novo trabalho, um álbum visual que mergulha fundo em sua musicalidade e narrativas, ancorado pelas nuances sonoras e cromáticas subliminares das estações do ano. “Cada período do ano tem seu momento mais intenso. Assim como os EPs têm, cada um, a expressão mais forte de um conceito”, diz Thiago. “Apesar da maior intensidade de cada estação estar no meio, ela dialoga com as outras em suas transições. Assim também é o álbum completo”, explica ele, que batizou o disco com a união dos títulos dos quatro volumes: "O Sol marca o Andar do tempo e a Imensidão do universo Todo dia” .

Os quatro EPs receberam o cuidado de um produtor ou produtora musical diferente, além de um filme que acompanhará cada ato, totalizando quatro curtas-metragens a serem lançados no canal de YouTube de Thiago Ramil semanalmente, junto com seu respectivo EP. “São álbuns com linguagens artísticas bem distintas, quatro caminhos diferentes com alguns elementos que se amarram por um fio condutor; tanto do ponto de vista musical, da minha composição, quanto visual, com a figura da Geórgia Macedo, bailarina e antropóloga, cuja performance permeia todos os vídeos como um dispositivo artístico”, conta.

 O EP que abre o álbum visual, "O Sol Marca”, chegou às plataformas neste início de abril via selo Escápula Records e distribuidora Altafonte, fomentado através do edital 09/2020 pela Lei Aldir Blanc do Rio Grande do Sul.  O disco reúne quatro canções de levadas mais solares, fincadas no cavaquinho, e com narrativas poéticas mais sociais, externas. Conceitualmente, é um álbum voltado para fora.

 A produção musical é da dupla gaúcha Felipe Zancanaro, músico e produtor musical, e Vini Albernaz, músico e “ilustranimador”. Ambos produziram o primeiro álbum de Thiago, o “Leve Embora” (2015), que  teve indicação ao 17º  Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Pop Contemporâneo. Para ilustrar o álbum em imagens, Thiago convidou o coletivo de animação Ilha Maravilha (Vini Albernaz, Marcelo Gafanha e Alércio Pereira), que construiu um filme único para as quatro faixas. O trabalho tem como referência o desenho manual, folha a folha, o que dá uma dimensão analógica para a animação.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895