Atrativos Turísticos Mundiais do RS em 2021

Atrativos Turísticos Mundiais do RS em 2021

Por Abdon Barretto Filho*

publicidade

Em setembro de  2020, destacamos uma lista dos atrativos turísticos mundiais do Rio Grande do Sul como uma estratégia para valorizar a oferta turística gaúcha. Segundo as pesquisas, um atrativo turístico é todo lugar, objeto ou acontecimento de interesse para o turismo, motivando assim, o deslocamento humano. Os atrativos, em sua maioria, são de ordem natural ou cultural.

Os atrativos considerados culturais podem ser divididos em materiais e imateriais. Os atrativos naturais são fatores primordiais da natureza, assim como a fauna e a flora, em relação à característica física da paisagem de uma localidade que devem ser levadas em consideração como: as planícies, montanhas, rochedos, grutas, nascentes de águas, riachos, rios, cachoeiras, lagos, praias e ilhas, entre outros.

Para atender as necessidades dos visitantes, os atrativos turísticos devem ser completados com serviços sustentáveis, recebendo interferências que garantam a qualidade e comercialização da oferta, integrando a comunidade, gerando emprego, renda, impostos e autoestima do núcleo receptor. Ao delimitar um Produto Turístico, combinando os destaques dos aspectos geográficos, históricos, culturais, equipamentos e serviços, surgem demandas de pessoas interessadas em novos conhecimentos e experiências. Convém destacar as   principais características específicas que facilitam a compreensão do produto turístico: intangibilidade, sazonalidade, inseparabilidade, heterogeneidade e perecibilidade. 

É óbvio que para identificar atrativos e delimitar produtos turísticos são necessárias estudos e pesquisas envolvendo, principalmente,  residentes e visitantes interessados em conhecê-los nos seus próprios locais. Com os avanços tecnológicos e as facilidades das comunicações mundiais instantâneas, pode-se agregar a importância da singularidade como um fator decisivo para o consumidor de produtos turísticos.

No caso do Turismo Gaúcho, promovemos os atrativos turísticos mundiais com ações e parcerias nos mercados e que foram compreendidos por muitos e incompreendidos por alguns críticos, talvez integrantes do grupo de pessoas com baixa autoestima e miopia mercadológica. Foram selecionados entre as 27 Regiões Turísticas do Rio Grande do Sul, que representam 371 Municípios, aqueles que estão sendo estruturados para participarem dos mercados turísticos nacionais e internacionais.

São eles: 1.As Missões – Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade; 2.Cânions – Itaimbezinho e Fortaleza; 3.Salto de Yucumã – Parque Estadual do Turvo; 4.Fósseis do Triássico – Museus de Santa Maria, Quarta Colônia, São Pedro do Sul e Mata, inclusive com seu Jardim Paleobotânico com árvores petrificadas de 200 milhões de anos; 5. Pampa Gaúcho; 6.Complexo lagunar (Porto Alegre com o Lago Guaíba e Costa Doce);7. Hidrominerais com águas termais e Ametista do Sul); 8.Vales do Rio Caí, Rio Pardo e Rio Taquari; 9. Rota das Terras do Alto Jacuí;10. Litoral Norte (Torres, Parque Nacional da Lagoa do peixe; 11. Fronteiras com o Uruguai; 12. Fronteiras com a Argentina; 13.Serra Gaúcha (Gramado, Canela, Novo Petrópolis, Bento Gonçalves). Respeitam-se todas as opiniões contrárias. São reflexões. Podem ser úteis. Pensem nisso.     

*Economista e Mestre em Comunicação Social                           


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895