Importância do adestramento
capa

Importância do adestramento

Por

publicidade

Como segurar o riso, quando recebemos um vídeo ou uma imagem de cãezinhos aprontando? Difícil, né? O que muitas vezes não percebemos, é que aquela imagem, insinuando que a árvore de Natal atacou o peludo bagunceiro primeiro, na verdade pode representar um sério problema comportamental do seu amigo de quatro patas.Cao_logo


Mas, na realidade, chegar em casa e ver coisas destruídas, xixi em lugares impróprios, o jardim cheio de buracos e a fralda higiênica rasgada e espalhada pela casa não tem nada de divertido ou engraçado. Infelizmente, essas situações atrapalham (e muito) a convivência dos pets com o resto da sociedade, geram conflitos e desgastam a relação da família – aqui incluo o cão como parte da família. Então, o que fazer? Assim como educamos nossos filhos, também, devemos educar nossos animais.Foto divulga


Uma razão comum para que cães sejam abandonados é a falta de adestramento. Seus donos não estavam preparados para gastar tempo com o animal ensinado-o a forma adequada de se comportar e, não raras vezes, desistem.


Estabelecer uma comunicação eficaz entre cão e dono é essencial e evita desentendimentos. O adestramento também previne problemas comportamentais, pois o cão aprende a entender o que o tutor espera dele. Outra vantagem é que as atividades e treinos propostos, durante o adestramento, diminuem o sedentarismo e, por ser uma atividade psicológica, estimula também a inteligência do animal, beneficiando sua saúde mental e não apenas a física.


Durante as aulas, os tutores são orientados e aprendem a se posicionar de maneira mais assertiva na educação do seu pet. Ensinar comandos e truques diferentes para o cão é uma atividade criativa e divertida, onde todos da família podem participar. Com o adestramento, o cão torna-se mais sociável e convive melhor com outros animais, adultos, crianças e estímulos diversos.


Portanto, o adestramento vai além do beneficio da educação, ele diverte, estimula e, acima de tudo, dá ao animal a oportunidade de ser mais feliz. Afinal, pets e tutores educados, que conhecem seus limites, têm uma vida em família muito mais saudável e proveitosa.Foto divulga1


E foi pensado em melhorar a qualidade de vida dos animais, integrando-os adequadamente à sociedade através da educação, que o zootecnista e especialista em comportamento animal Alexandre Rossi, conhecido como Dr. Pet e pai da Estopinha e do Barthô, criou a Cão Cidadão. A empresa possuí mais de 90 franqueados, por várias regiões do Brasil, e acaba de aterrizar em Porto Alegre, prestando serviços especializados de adestramento em domicílio e consultas de comportamento.


Eu, Tiago Cardoso (mais conhecido como Tipuga), adestrador e agora colunista do Blog Bicho Amigo, do Correio do Povo, escreverei aqui para ajudar a todos os donos e seus pets a terem uma convivência harmoniosa. Espero que possamos trocar juntos muitas experiências positivas!



Por Tiago Cardoso, adestrador da Cão Cidadão