Passeios tranquilos: como realizá-los?
capa

Passeios tranquilos: como realizá-los?

Por

publicidade

4554389775_44f1a9250d_zQuando pensamos em passeios tranquilos a primeira coisa que nos vem à mente é um passeio alegre com nosso amigo de quatro patas. Para que possamos atingir nosso objetivo alguns fatores devem ser levados em consideração.

A vacinação deve estar em dia, pois não queremos surpresas posteriores, e quando passeamos em uma praça, pela rua ou mesmo em um cachorródromo, nosso cão poderá estar em contato com agentes causadores de várias doenças.


Outro fator a ser considerado é o horário do passeio. O início da manhã e o final da tarde são os melhores momentos, pois não podemos deixar de lembrar que nossos amigos não possuem proteção em suas patas e o solo quente demais pode causar queimaduras graves e, apesar da chegada do inverno, devemos sempre estar atentos.dogs-batons-play-retrieve-movement-sea-beach-fun


Muitas vezes, estamos tão acostumados a sair com nosso cão que não nos lembramos de revisões simples: antes de sair de casa devemos revisar as costuras e presilhas da peiteira, se a coleira está em boas condições e irá suportar um puxão que não esperamos, se a guia não possui início de rasgos que podem causar rompimento e se o mosquetão (a peça que fixa a guia na coleira) está em perfeito funcionamento.


Estes pequenos detalhes irão garantir um passeio seguro e sem surpresas como fugas ou acidentes.dogs-dog-two-forest-sitting-trees-tree-stump


É muito importante que o nosso cão saiba comandos como, por exemplo, o “Vem” e o “Fica”. Você sabe por quê?


Vamos supor que o cão seja brincalhão, amigável e curioso. Neste caso, para que adestrar? Ele não oferece risco a ninguém! Agora imagine um cão dócil brincando em uma praça e outro cão não tão sociável se aproxima. Mesmo que ele esteja com guia, acidentes podem ser evitados com ações simples. Situações assim nos pegam desprevenidos e podem causar muita dor de cabeça.


Devemos também procurar locais de passeio que tenham sombra em dias muito quentes e levar sempre uma garrafa de água, se não tivermos certeza de que haverá fonte confiável para eles no local.


Além de tudo isso, para que o passeio seja realmente tranquilo e prazeroso para ambos, temos que ter em mente que não estamos levando nosso cão para passear e sim estamos saindo para passear com nosso cão!


Seguindo estes passos simples, você garantirá voltinhas mais seguras e felizes com o amigo de quatro patas. Caso precise de ajuda para colocar em prática as dicas acima, conte com a ajuda de um profissional em adestramento.


Bons passeios com o seu melhor amigo.



Por Cristiano Bier, adestrador e franqueado da Cão Cidadão


Fotos Divulgação