1979 - 40 anos de vida
capa

1979 - 40 anos de vida

Uma lista de discos clássicos que fizeram 40 anos em 2019

Por
Chico Izidro

publicidade

Dois mil e dezenove está chegando ao final. E de repente me dou conta que neste ano se comemoram aniversários de discos icônicos para a história do rock. São 40 anos de vários clássicos. A seguir uma lista daqueles que me marcaram nestes anos todos.


"The Wall" - Pink Floyd
Um de meus discos essenciais de todos os tempos, "The Wall" é o 11º da carreira dos ingleses do Pink Floyd e completa 40 anos em 30 de novembro. "The Wall" é um disco duplo, com 26 faixas, entre elas "Another Brick in the Wall Part II", "Mother", "Hey You" e "Comfortably Numb", que tem um dos melhores solos de guitarra da história.

 
"Highway to Hell" - AC/DC
"Highway to Hell" é o sexto álbum dos escoceses/australianos do AC/DC, lançado em 27 de julho de 1979. Inclui as geniais "Highway to Hell", "Girls Got Rhythm", "Walk All Over You", "Beating Around the Bush", "If You Want Blood (You Got It)" e "Night Prowler". Foi o último trabalho com o vocalista Bon Scott, que morreria em fevereiro do ano seguinte.

"Regatta de Blanc" - The Police
É o 2º disco da banda britânica liderada por Sting e tem  "Message in a Bottle"e "Walking on the Moon". As músicas do The Police são uma mistura do reggae jamaicano com o punk rock e a new wave. O disco saiu no dia 5 de outubro de 1979.

“Three Imaginary Boys”, The Cure
"Three Imaginary Boys" é o álbum de estreia da banda inglesa The Cure, liderada por Robert Smith (voz e guitarra), tendo sido lançado em 8 de maio de 1979.


“London Calling” - The Clash
Discaço, o duplo “London Calling” é o terceiro de estúdio da banda britânica do The Clash. Foi lançado em 14 de dezembro de 1979 e tem elementos de ska, funk, pop, soul, jazz, rockabilly e reggae. Escute a todo volume a faixa-título "London Calling", mais "Spanish Bombs", "Brand New Cadillac", "Death or Glory" e "Lover's Rock" .


“Fear of Music” - Talking Heads
Não conhece Talking Heads? Outro dia ouvi isso de um colega na redação e mandei ele chegar em casa e fazer o tema de casa. A banda norte-americana formada por David Byrne (voz e guitarra), Tina Weymouth (baixo) e Chris Frantz (bateria) e Jerry Harrison (guitarra e teclados) chegava ao terceiro trabalho com “Fear of Music”, lançado em 3 de agosto de 1979. Clássicos: "I Zimbra", "Cities" e "Heaven".

“Lodger” - David Bowie
O camaleão David Bowie completou a "Trilogia de Berlim" com “Lodger”, lançado em 18 de maio de 1979. Estão nele "Fantastic Voyage", "DJ" e "Look Back in Anger".

“Rust Never Sleeps” - Neil Young
Ouvi muito este disco na adolescência, emprestado pela Eliane, irmã de um amigo meu, o Carlos Alberto, lá do Colégio Paula Soares (não confundir com o Beto Faleiro). Falo de “Rust Never Sleeps”, do Neil Young e sua banda Crazy Horse, lançado em julho de 1979. O disco é ao vivo e possui tem uma parte acústica e outra elétrica. Uma canção, “Hey Hey, My My”, surge em duas versões: “Hey Hey, My My (Out of the Blue)” abre o disco, “Hey Hey, My My (Into the Black)” o fecha.

"Breakfast in America" - Supertramp
Como gosto deste disco do Supertramp, "Breakfast in America", lançado em 29 de março de 1979, quando eu estava iniciando a sexta série pela segunda vez no Colégio Paula Soares - eu havia rodado de ano pela primeira vez na vida no ano anterior. E naquele 1979, passaria de ano por média, entrando em férias em outubro. Como presente, nada de férias na praia e sim fui trabalhar na loja de sapatos Adegas, na Marechal Floriano.
Bem, voltamos ao "Breakfast in America", que tem os clássicos "The Logical Song", "Goodbye Stranger", "Breakfast in America" e "Take the Long Way Home". Não, "Dreamer" não é deste disco como muita gente pensa, e sim do "Crime of the Century", de 1974!

"In Through the Out Door" - de Led Zeppelin
"In Through the Out Door" é o oitavo disco de de estúdio da banda britânica Led Zeppelin, lançado em 15 de agosto de 1979. E o último, pois no ano seguinte o batera John Bonham morreria, e os demais integrantes, Jimmy Page, John Paul Jones e Robert Plant, decidiram encerrar as atividades. Ainda sairia outro trabalho, "Coda", em 1982, com sobras de estúdio.
"In Through the Out Door" tem mais clássicos, como "In the Evening", "Fool in the Rain" e a belíssima "All My Love", dedicada por Plant ao seu filho Karac (1972-1977).


"Overkill" e "Bomber" - Motörhead
Em 1979, o Motörhead, de Lemmy Kilmister, mandou para as prateleiras dois discos, "Overkill", em 24 de março, e "Bomber", em 27 de Outubro de 1979.
"Overkill" é o segundo álbum de estúdio, e tem petardos atemporais como a faixa-título, "Stay Clean",  "Capricorn", "No Class" e "Metropolis". Já "Bomber", o terceiro da carreira, conta com "Dead Men Tell No Tales", "Lawman",  "Talking Head"  e  "Bomber".


"Van Halen II" - Van Halen
Um dos maiores guitarristas de todos os tempos, Eddie Van Halen estava à frente da banda que criou com o mano Alex (batera), e que contava ainda com Michael Anthony no baixo, e David Lee Roth no vocal. E em 1979, eles tomavam Los Angeles e os EUA de assalto com Van Halen II, o segundo da carreira, lançado em 23 de Março de 1979. Escute "Dance the Night Away" e pire com a excelência dos músicos.


"Dynasty" - Kiss
Após terem brincado com discos solos de todos os integrantes em 1978, o Kiss voltava ao trabalho em conjunto, lançando "Dynasty", em 23 de maio de 1979. Ele contém a famigerada "I Was Made for Lovin' You", onde os mascarados flertaram com a disco music. Mas vamos combinar, é uma baita música, marcada pelo baixo de Gene Simmons.
 

"Lovedrive" - Scorpions
Os reis das baladas metal, os alemães do Scorpions lançaram em 25 de fevereiro de 1979, "Lovedrive". E como não gostar de "Loving You Sunday Morning" e "Holiday"? Tem ainda a instrumental "Coast to Coast".

"Communiqué" - Dire Straits
O grupo britânico capitaneado por Mark Knopfler estourou em 1978 com "Sultans of Swing", e em 1979, no dia 15 de junho, lançou "Communiqué". As principais faixas são "Once Upon a Time in The West", "Communiqué" e "Lady Writer".

"Rita Lee"
Me recordo de escutar no rádio AM "Mania de Você", do disco "Rita Lee", da cantora paulistana lançado em 1979. Deste disco tem ainda "Chega Mais", "Arrombou a Festa II" e "Doce Vampiro".
Ufa, deu, né?

Leia os demais posts do blog

Curta o Cena Rock também no Facebook e no Instagram