Drama com peso

Drama com peso

publicidade



Com direção de Karyn Kusama, conhecida por suas realizações do cinema independente norte-americano, e contando com a atriz Nicole Kidman, de 51 anos, no elenco, o drama "O Peso do Passado" tem o vigor e a intensidade dos filmes do gênero. Mescla de policial e suspense, a produção tem a personagem de Nicole (muito transformada para o papel), Erin Bell, uma detetive da polícia de Los Angeles que, há alguns anos se infiltrou, como agente disfarçada, no  submundo do crime. Naquela missão, ela se uniu a membros de uma gangue, numa tarefa que terminou de maneira  desastrosa, deixando marcas em sua vida. Anos depois, ela volta a se envolver com as mesmas pessoas, numa busca  obsessiva pelo líder da gangue. Assombrada por suas memórias e por demônios adormecidos, Erin deve lidar com sua  própria culpa.
O filme aproveita experiências anteriores. Nicole Kidman já mudou o visual antes, para interpretar Virginia Woolf, em “As Horas”, papel que lhe rendeu um Oscar. E Karin já mostrou que sabe dirigir atrizes de talento, como Charlize Theron em “Æon Flux”, em 2005; Michelle Rodriguez, em “Boa de Briga, de 2000; e Megan Fox em “Garota Infernal”, de 2009. “O Peso do Passado” tem no elenco também os nomes de Toby Kebbell, Sebastian Stan, Tatiana Maslany, Bradley Whitford.

Há uma densidade no roteiro, e os momentos em flash back são fundamentais para entender ações e sentimentos, sobretudo em relação à personagem de Nicole, que se torna o centro da trama. É outro destes filmes que mergulha nas questões humanas envolvendo medo, culpa e coragem. É bom não entrar enganado na sala de cinema.

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895