Faltou surpresa
capa

Faltou surpresa

Por

publicidade

A produção do longa-metragem “Mama” é interessante. O jovem diretor Andres Muschietti realizou um curta-metragem de terror homônimo, com cerca de 3 minutos, com o cerne de sua ideia: duas garotas fogem de dentro da casa de uma mulher assustadora. Este curta de 2008, que chegou a ser selecionado e exibido no Festival de Cinema Fantástico de Porto Alegre em 2009, foi visto pelo famoso diretor mexicano Guillermo Del Toro (de “O Labirinto do Fauno”), que resolveu investir na história.
Del Toro declarou em entrevistas que todos os anos assiste a curtas-metragens em busca de novos talentos e encontrou na obra de Muschietti potencial para um longa. Por isso, “Mama” chega aos cinemas com um cartaz que diz “Guillermo Del Toro apresenta”, como uma espécie de selo de qualidade. A história realmente traz certa originalidade no gênero do suspense e do terror.
A trama começa quando um pai de família, após uma crise financeira na Bolsa dos EUA, se desespera e mata a esposa. Em seguida, leva as duas filhas para uma floresta, onde pretende dar a elas e a ele próprio o mesmo fim. Para demais familiares, como o irmão dele, Lucas (Nikolaj Coster-Waldau), eles estão desaparecidos. Após cinco anos, entretanto, as meninas são encontradas em estado deplorável dentro de uma cabana isolada, sem o pai. Ninguém sabe como elas sobreviveram durante esse período. Com ajuda de um psicólogo, Lucas e a mulher (Jessica Chastain, indicada ao Oscar por “A Hora Mais Escura”, agora com visual roqueiro) resolvem adotar as garotas e tentar adaptá-las a uma vida normal. Mas quando as crianças passam a falar com uma entidade a quem chamam de “mama”, o casal percebe que há algo de sobrenatural rondando as meninas.
Alguns sustos certeiros podem ser esperados. Contudo, em um filme como este, os segredos que são revelados ou omitidos ao espectador na condução da trama fazem toda a diferença. No caso de “Mama”, apesar do frescor do argumento, faltou equilíbrio nesta dosagem. O roteiro acaba entregando de mão beijada mistérios que poderiam ser revelados somente quando o filme se encaminha para seu final. Desta forma, eliminou a possibilidade de surpresas à plateia.

Por Adriana Androvandi