"O Último Duelo"(The Last Duel)

"O Último Duelo"(The Last Duel)

Ridley Scott volta afiado em drama medieval sobre traição e vingança

Chico Izidro

Jean de Carrouges (Damon) e Jacques Le Gris (Driver) são amigos que se tornam rivais em drama histórico

publicidade

"O Último Duelo" (The Last Duel) é um drama histórico, dirigido e produzido por Ridley Scott, baseado no livro homônimo de Eric Jager, com roteiro de Nicole Holofcener. A trama transcorre na França do Século XIV, em no período da Guerra dos 100 anos, e conta a história do duelo entre o cavaleiro Jean de Carrouges (Matt Damon) e o escudeiro Jacques Le Gris (Adam Driver). Os dois participaram de várias guerras e eram amigos, mas começaram a brigar por causa de terras, até que toda a amizade desmorona depois que a esposa de Jean, Lady Marguerrite Carrouges (Jodie Comer, a assassina do seriado Killing Eve) acusa Le Gris de tê-la estuprado.

O filme é divido em três partes – existindo duas versões dos fatos e uma a qual é a verdade real. A primeira conta a versão sob a visão de Jean de Carrouges, a segunda no olhar de  Jaques Le Gris e a última a versão de Lady Marguerrite Carrouges.  

"O Último Duelo" tem seu climax na batalha final entre os dois ex-amigos, pois Jean sedento de vingança e querendo honrar a sua mulher, propõe um embate com Le Gris, que recebe a simpatia da corte e do povo. Afinal, estamos na Idade Média, onde as mulheres não possuíam direitos e eram apenas propriedades dos homens. E o pensamento ainda era de que "deus" está no comando, "tudo ele comanda" e "tudo ele pode". A punição para a mulher considerada "culpada" e "mentirosa" era a morte na fogueira.
O filme traz depois de muito tempo a dupla de amigos Matt Damon e Bem Affleck, abrilhantados mais ainda com atuações incríveis dos ótimos Adam Driver e  Jodie Comer. “O Último Duelo” também conta com sensacionais cenas de batalhas sensacionais e muita violência - o longa recebeu muitas críticas, já que historiadores e estudiosos da Idade Média afirmaram que as armaduras apresentadas no filme não condizem com a realidade daquele período. Mas são apenas detalhes que não diminuem o acerto de Ridley Scott, em obra que faz pensar nas injustiças do mundo, muito em voga ainda nos dias atuais. 

Trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=sm7vofMwXwg

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895