É hora de Fashion Revolution!
capa

É hora de Fashion Revolution!

Por

publicidade

Foto: Alastair Strong / Divulgação / CP


Tradicionalmente Porto Alegre vem sendo sede de discussão sobre moda sustentável e suas várias formas de contribuir para um mundo menos agressivo à natureza. Por isso, eventos como Fashion Revolution são importantes para a conscientização do movimento fashion mundial.

Em seu quinto ano na Capital, o Fashion Revolution preparou uma série de atividades que inicia na próxima terça-feira e segue até dia 27 de abril com o propósito de promover uma moda mais sustentável, com trabalho justo e sem prejudicar o ambiente, para toda a população. A mobilização reúne mais de 90 países e 2,5 milhões de pessoas.

Este ano, a abertura oficial da Semana Fashion Revolution Porto Alegre será no dia 24 de abril, às 18h, na Sala de Música, no Multipalco do Teatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro, s/n, no Centro Histórico) e contará com a participação de Fernanda Simon, coordenadora do movimento no Brasil. As vagas são limitadas com inscrição prévia através do link aqui e também por ordem de chegada no dia.

A campanha de 2018 traz o tema: Cinco anos após Rana Plaza. A coordenadora Fernanda Simon do movimento no Brasil, explicou que "na Semana Fashion Revolution, convidamos a todos para refletirem sobre a procedência de nossas roupas, questionar e exigir transparência. Não podemos mais aceitar que os direitos dos trabalhadores sejam negados, precisamos olhar para o que é prioridade: quem está por trás."

Tragédia

O marco do Fashion Revolution ocorreu no dia 24 de abril de 2013, com uma tragédia causada pelo desabamento do edifício Rana Plaza, em Bangladesh, que abrigava diversas confecções. Mais de mil trabalhadores morreram e mais de 2,5 mil ficaram gravemente feridos. O desastre fez com que a população mundial olhasse com mais atenção à cadeia de produção da moda e às pessoas por trás das roupas que vestimos. Foi nesse contexto que o Fashion Revolution nasceu, questionando e discutindo os impactos da indústria na vida das pessoas e lutando por uma transformação no mercado da moda.

#PortoAlegreRevolution

A cada ano, Porto Alegre vem ganhando força no movimento e na conscientização. Em 2017, a cidade se destacou com 40% das citações com hashtag #fashionrevolution nas redes sociais do país, mostrando muita mobilização. “Porto Alegre surpreende como uma das mais ativas do movimento Fashion Revolution no Brasil. Esse engajamento vai ao encontro do crescimento do mercado de moda consciente no Estado Rio Grande do Sul e no município. São designers, produtores, estudantes, professores e consumidores querendo ver a mudança na prática e mais transparência na indústria da moda”, destacou Livia Duda, coordenadora do Fashion Revolution em Porto Alegre.

A sede da Unisinos em Porto Alegre vai proporcionar algumas das atividades do Fashion Revolution. “É extremamente importante discutirmos os temas abordados pelo Fashion Revolution na universidade. O evento é um movimento global que tem estimulado a ética, a sustentabilidade e a transparência na indústria da moda. Nossos alunos precisam entender que tudo isso deve estar intrínseco aos negócios e ao processo de design. A colaboração também é fundamental para o desenvolvimento de ecossistemas sustentáveis neste setor”, explicou a professora do curso de Moda, Cariane Camargo.

Moda e Colaboração

Nesta quinta edição, a Unisinos vai falar sobre Moda e Colaboração. No dia 26 de abril, acontece a Mostra Ecossistema Criativo da Moda Sustentável, das 15h às 17h, no 8º andar da Torre Educacional. A atividade reúne diferentes atores da moda sustentável de Porto Alegre. A ideia é apresentar ao público as diferentes iniciativas que estão emergindo e se consolidando na capital gaúcha. “Do ponto de vista conceitual, também queremos mostrar a importância da colaboração entre esses diferentes atores”, disse Cariane.

No mesmo dia será realizado um Talk com diferentes representantes do Sistema da Moda sobre Colaboração.“No talk, os convidados falarão sobre a importância e os desafios da colaboração em seus negócios. Além disso, pretendemos estimular a participação do público através de questionamentos e opiniões ao longo da conversa”, salientou a professora.

A programação completa e as inscrições das oficinas do Fashion Revolution estão disponíveis no evento no Face.