Entenda os riscos de usar produtos de maquiagem vencidos

Entenda os riscos de usar produtos de maquiagem vencidos

Dermatologista alerta que produtos utilizados após a data de validade podem provocar irritações na pele e até infecções cutâneas severas

Camila Souza

Depois que o produto é aberto, fica mais suscetível a condições ambientais, diz especialista

publicidade

Que os produtos de maquiagem estão na lista dos cosméticos mais apreciados não é novidade. É difícil encontrar quem não utilize pelo menos um batom, corretivo ou máscara de cílios para sair de casa. Porém, nem todas as pessoas lembram de verificar o prazo de validade antes de fazer a aplicação - o que pode ser muito prejudicial à saúde.

De acordo com o médico dermatologista doutor Luann Lôbo, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), os cosméticos podem provocar irritações na pele, como vermelhidão, coceira, pinicação, descamações e até infecções cutâneas mais sérias se utilizados após a data de validade. Além disso, não entregam o resultado proposto. “Após aberto, devemos nos atentar à ‘vida útil’, que corresponde ao tempo em que o produto permanecerá viável depois de exposto ao ambiente”, explica o médico.

Segundo ele, depois que o item é aberto, fica mais suscetível a condições ambientais, como umidade ou contaminantes (fungos e bactérias). “A vida útil de uma base, batom, primer ou qualquer outro tipo de maquiagem costuma ser exibida no rótulo do produto, geralmente com um desenho e a indicação de quantos meses permanece apto para o uso”, diz o especialista. 

E quando a data de vencimento fica apagada do rótulo devido ao tempo, também há uma forma de identificar a vida útil do produto. “Existem sites especializados em identificar o ano de fabricação e o prazo de validade de cosméticos a partir do lote, que também consta na embalagem”, explica Luann. Ele destaca que esta é uma boa dica para quem compra maquiagens fora do país, já que estas nem sempre exibem a data na embalagem por conta das diferentes legislações.

Mas não são só as maquiagens que exigem atenção. Para o médico, o filtro solar, que tem ação protagonista na skincare diurna, está entre os piores produtos cosméticos para se usar após a data de validade. Isso porque ele perde sua eficácia. Outro cosmético que requer cuidado é o creme hidratante. “Existem riscos de hipersensibilidades e de contaminação. Portanto, mesmo agentes hidratantes devem ser evitados após o vencimento do prazo de validade”, ressalta.

Saiba o que fazer se um produto vencido causar reações

Se um produto vencido causar reações ou algum tipo de alergia, a orientação, segundo o médico, é remover imediatamente a substância do rosto, utilizando água corrente e um sabonete suave, de preferência líquido. Se as lesões ou sintomas persistirem mesmo após a limpeza, o recomendado é buscar um dermatologista para adequada avaliação e tratamento.

Até mesmo quando os cosméticos vencidos não causam irritações de forma imediata, o uso deve ser interrompido. “Nem todas as reações patológicas a um produto vencido ocorrem de forma imediata. Além do risco de reações um pouco mais tardias, a ação esperada do produto pode estar comprometida. Um filtro solar, por exemplo, pode já não estar cumprindo adequadamente seu papel protetor”, alerta. Para evitar todas as consequências desagradáveis, o melhor mesmo é criar o hábito de verificar a vida útil dos cosméticos antes da aplicação.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895