Espetáculo teatral baseado na obra de Augusto Cury estreia em Porto Alegre neste domingo

Espetáculo teatral baseado na obra de Augusto Cury estreia em Porto Alegre neste domingo

Diretora Cristiane Natale assina a adaptação teatral de “O Homem Mais Inteligente da História”

Camila Souza

Peça aborda os principais aspectos da gestão da emoção

publicidade

Chega a Porto Alegre no domingo, às 19h, o espetáculo “O Homem Mais Inteligente da História”, baseado no consagrado romance sócio-emocional de Augusto Cury, com direção de Cristiane Natale. A sessão, uma estreia da montagem na cidade, ocorre no Teatro do Sesi (Av. Assis Brasil, 8787). Os ingressos estão à venda pela plataforma Sympla.

Considerada por Cury uma das obras vitais de sua carreira, o livro ganhou adaptação para o teatro em 2021, assinada pelo próprio escritor ao lado de Cristiane Natale, que também é responsável pela direção do novo espetáculo. Ela conta que se sentiu desafiada a contar essa história. “A tarefa mais difícil foi escolher dentre tantas vertentes o que colocar em cena, pois o livro possui muitas situações extremamente envolventes. O resultado é uma montagem que promete muitas emoções aos espectadores”, afirma a encenadora.

Quem dá vida ao protagonista na peça é o ator Daniel Satti, que participa dessa montagem ao lado de Francis Helena Cozta, Renan Rezende, Murilo Inforsato, Priscila Dieminger e Pietro Alonso. Além de abordar os principais aspectos da gestão da emoção, o espetáculo também fala sobre autocontrole, criatividade, solidariedade e amor, e ainda trata com sensibilidade temas polêmicos como depressão e violência contra a mulher.

A parceria entre a diretora Cristiane Natale e Cury dá continuidade à transposição da obra do escritor para os palcos, já que eles também são responsáveis pela adaptação de “O Vendedor de Sonhos”, espetáculo que foi lançado em 2018 marcando a estreia da obra de Cury no teatro e hoje já acumula 120 mil espectadores em mais de 180 apresentações realizadas de norte a sul do país e no exterior. 

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895