capa

William: “Inter está unido e o clima é bom para conquistar títulos”

Lateral, de 24 anos, foi vendido para o Wolfsburg em junho de 2017

Por
Correio do Povo e Rádio Guaíba

William comentou como foi a adaptação ao futebol alemão: "O começo foi difícil"

publicidade

O lateral William, ex-Inter e atualmente no Wolfsburg, da Alemanha, esteve nesta quarta-feira no treino semiaberto de Odair Hellmann no gramado principal do estádio Beira-Rio. Antes dos jornalistas deixaram o local, o jogador, de 24 anos, de Pelotas, concedeu entrevista exclusiva para o repórter Bruno Ravazzolli, da Rádio Guaíba, e falou sobre o primeiro ano no futebol do Velho Continente, sobre o Inter e se espera que o Colorado conquiste um título em 2019. Confira:

Aproveitou as férias para rever os companheiros?

William: Sim. É sempre bom rever os companheiros. A gente nunca perde o contato. Sempre que dá, venho visitar eles.

Como está a vida na Alemanha?

William: Foi um ano muito bom. Estou feliz e adaptado. Só tenho a crescer.

Foi muito difícil a adaptação a Alemanha?

William: O início foi complicado. Estávamos (o clube) em uma fase não muito boa. Mas deu tudo certo e estou bem adaptado.


William ficou seis anos no Beira-Rio e deixou o Inter durante a disputa da Série B - Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP memória

Qual a diferença do futebol alemão para o brasileiro?

William: Eles são muito regrados. Tudo tem que ser do jeito que treina. Não tem o improviso, como acontece muito aqui no Brasil. O jogo é um pouco mais tático.

Os treinos são diferentes?

William: Não, os treinos são parecidos com os do Odair (Hellmann, treinador do Inter). Ele tem estudado bastante e deve ter pego um pouco os ensinamentos de lá (da Europa).

Tens atuado nas duas laterais?

William: Sempre que tem a oportunidade de atuar na lateral esquerda, ajudo. O treinador tem confiança de me colocar naquela posição.

Você recebeu uma sequência importante de jogos nesta temporada na Alemanha?

William: Foi muito boa a temporada. Fiquei fora de três a quatro jogos. Foi uma sequência muito boa. Ainda conseguimos chegar na Liga Europa. Foi muito bom.


William atuou em 118 jogos com a camisa do Inter em três temporadas - Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP memória

Como é a pressão de atuar pelo Wolfsburg?

William: A cidade é pequena, então, a torcida não é muito grande. Mas, em todos jogos que temos, eles estão juntos nas arquibancadas. O diferencial para obtermos a vaga para a Liga Europa foi a entrega dos jogadores na temporada.

Qual a expectativa de jogar a primeira competição internacional com o Wolfsburg?

William: A expectativa é grande. Agora é descansar nas férias e fazer uma boa pré-temporada e tentar fazer mais uma boa temporada. Conquistar um título também seria muito bom.

Consegue acompanhar o Inter da Alemanha?

William: Sim. Minha família é quase toda colorada e sempre que dá a gente acompanha o Inter.


William comemora temporada que teve no Wolfsburg, da Alemanha - Foto: Bruno Ravazzolli / Rádio Guaíba / Especial CP

Acredita que o Inter pode conquistar algum título nesta temporada?

William: Com certeza, a equipe está junta. O clima é bom e o Odair está fazendo um grande trabalho. Estou sempre torcendo para que o Inter conquiste títulos.

A lateral é uma posição carente no país, você sonha em defender a Seleção Brasileira? Já conversou com alguém sobre essa possibilidade?

William: É um sonho e um objetivo, mas tudo tem o seu tempo. Fiz uma boa temporada na Alemanha. Não conversei com o Tite, nem com ninguém da Seleção. Quando chegar a hora certa estarei preparado para servir bem a Seleção.