Fases
capa

Fases

Por
Alina Souza

Outono na Praça Gustavo Langsch, em Porto Alegre.

publicidade

Troca. Renovação. Folhas mudam de cor, despedem-se. Amanhã serão outras. A natureza cumpre rituais, aponta a passagem dos meses, revela a existência fundamentada em ciclos. O tempo é rigoroso no seu caminhar. Tudo tem um momento certo para acontecer. O trajeto se constrói dia a dia, sem antecipação do amanhã. A árvore vê seu vestido verde desbotar, pouco a pouco descosturar, mas compreende que é só uma fase. Passará. Precisa saber aguardar. Apreciar o lado positivo das etapas. Contemplar os tapetes naturais sobre suas raízes, o nevoeiro pela manhã descortinando a imensidão azul à tarde, o sono das noites longas, o outono pleno, autêntico. Até ela perceber que esqueceu da própria espera. E viveu de verdade. Despretensiosa, nem por isso oca. Quer continuar a deixar o destino fazer o seu trabalho. Adaptar-se às transformações. Não olhar com melancolia as folhas que se desprendem. Soltas, elas terão outras histórias.

Texto e fotos: Alina Souza