O trajeto da escola
capa

O trajeto da escola

Por
Alina Souza

Alagamento na rua Graciano Camozzato, bairro Farrapos, em Porto Alegre.

publicidade

Uma vez que o tempo decide chover insistentemente, sabemos que o nosso trabalho de reportagem também terá de ser intenso. Percorrer vários locais alagados, ouvir o que a população tem a nos dizer. Alcançar uma perspectiva panorâmica, mas também adentrar nos detalhes. Detalhes humanos. Que nos tocam, interpelam, incomodam. Às vezes, uma imagem consegue apontar a dimensão de um problema muito mais denso que as próprias águas turvas que encharcam as vias das cidades. A chuva traz à tona algo que não se resolve de um dia para o outro, são gotas caindo em um copo cheio. Mas deixo de lado os julgamentos, melhor deixar falar o silêncio de uma fotografia. Era para ser apenas um registro da rua inundada no bairro Farrapos, em Porto Alegre. Ali me demorei por alguns minutos, pensando nos moradores, na vida, sempre a vida em primeiro lugar. Quando vi as crianças saindo da escola, mochilas carregadas, pés mergulhados no “riacho” que tomou conta do caminho de volta para casa, paralisei por um segundo, porém senti que precisava trazer essa realidade profunda e úmida para as páginas do jornal. 

Texto e fotos: Alina Souza