Parte do caminho
capa

Parte do caminho

Por
Alina Souza

Mercado Público de Porto Alegre.

publicidade

Penso em Porto Alegre, lembro do Mercado Público. Referência mais nítida, plural e persistente que encontro em nossa cidade. Um prédio que fala por si, atravessa o tempo e as intempéries. Comporta lutas, histórias múltiplas. As paredes revelam marcas da idade e dos contratempos que não conseguiram silenciar o ânimo de seguir adiante.O Mercado resiste bravamente, mantém a cabeça erguida, ainda que o vigor não seja o mesmo da juventude. Encarei como um compromisso sério fazer as fotografias da reportagem especial desta edição. Logo a seriedade foi colorida pela vivacidade das frutas e verduras, bom-humor dos comerciantes, frenesi dos corpos que perpassam a sequência de arcos em tons de amarelo e branco, vivenciam a diversidade de vozes e faces. De um lado, o carinho de artesãs costurando enfeites; de outro, a descontração dos vendedores de peixes. No segundo andar, encantam-me os ladrilhos que emanam a estranha nostalgia de uma época a qual não vivi. Mas gostaria de viver. Concluído o meu trabalho, sinto que há ainda muitos detalhes para me deter, pouco a pouco apreciar. Na volta para casa, apesar do cansaço, sigo o embalo dos passos, insisto em revisitar este fascinante lugar.

Texto e fotos: Alina Souza