Os reis da Belgica no Brasil

Os reis da Belgica no Brasil

Correio do Povo do dia 1 de outubro de 1920, sexta-feira, noticiava:

Renato Bohusch

O rei Alberto da Bélgica retorna do banho de mar em Copacabana.

publicidade

Rio, 30 - Á hora habitual, o rei Alberto partiu para Copacabana. No palacete Mackenzie, a carruagem real parou, tendo elle mudado de roupa e caminhando, em seguida, até a praia de Egrejinha. O mar estava um tanto encrespado. S. M. não se intimidou, e, affrontando os vagalhões, metteu-se na agua, nadando cerca de 1.600 metros. De volta desse exercicio de natação, S. M. approximou-se do forte da Egrejinha, nelle subindo pela encosta. Depois de descançar um pouco, desceu, voltando a nado até a praia, onde os de sua comitiva o esperavam. Novo passeio foi feito até o palacete. Trocadas novamente as roupas, o rei Alberto andou até as proximidades da praia do Leme, onde tomou o automovel dirigindo-se para o palacio Guanabara. Ahi chegando, ás 9 1/2 horas, o rei, acompanhado do dr. Pessoa de Queiroz deixou o Guanabara ás 10 horas indo visitar inesperadamente o reservatorio de aguas do Trapicheiro, subindo até a repreza. 

DIVERSAS 

Imprensa - Completa hoje, mais um anniversario de publicação o nosso collega Jornal do Commercio do Rio de Janeiro, que na imprensa brasileira occupa um lugar de destaque. Tambem hoje entra em mais um anno de publicidade o nosso collega O Paiz, que pela sua excellente feição intelectual galgou, no jornalismo nacional, um posto saliente. Faz annos hoje tambem a Gazeta do Alegrete , antigo e bem feito jornal que se publica na cidade do mesmo nome. 

Uzina electrica - Tendo embarcado em Buenos Aires, com destino á cidade de Artigas, o motor Diesel que será empregado para o fornecimento de energia electrica, á cidade de Quarahy, bem como o demais material destinado ao edificio e á rede de illuminação, deverão dentro de poucos dias ser reencelados, activamente, os trabalhos da uzina electrica, que tinham sido ligeiramente interrompidos por escassez de material. 

Melhoramentos de raças bovinas - O dr. Simões Lopes, ministro da Agricultura, recebeu do coronel Alfredo Moreira, presidente da União dos Criadores do Rio Grande do Sul, actualmente na Europa e encarregado da compra de animaes de raça para aquelle ministerio um telegramma communicando que a bordo do vapor Quesant haviam sido embarcados no porto de Havre 35 bovinos Schwitz, 27 Simenthal e 20 Toggenbarg, todos em optimas condições.

TELEGRAMMAS

Construcção de estrada de ferro Encantado, 30 - Esteve nesta villa o engenheiro das obras Publicas Henrique de Azambuja Villanova, que vem fazer estudos de uma estrada de ferro no,logar denominado Perau. A turma para atacar os trabalhos já se acha no local. 
A luta entre polacos e bolchevistas

Londres, 30 - Communicam de Varsovia que, segundo informações dignas de fé, o chefe da delegação bolchevista, sr. Joffe recebeu, do governo de Moscou, instrucções para aceitar as condições de paz proposta pelos polacos por mais duras que sejam, excepto a obrigação para a Russia de desarmar o exercito vermelho parcial ou totalmente. 

Londres, 30 - O Daily Express, em despacho de Riga, diz que nas condições preliminares para a paz offerecidas pelo sr. Joffe, delegado russo, este reclama o reconhecimento da independencia da Russia, da Lithuania e da Ukrania. Propõe que a fronteira seja traçada a leste da Linha de lord Curzon, até a estrada de ferro de Braslotock-Brest-Livotsk-Choim, e a bifurcação da linha Ukrania-Brest-Litovsk. As hostilidades deveriam cessar quarenta e oito horas depois da assignatura do armisticio.

A grafia da época está preservada nos textos acima.

CRONOLOGIA

O dia 1 de outubro na história
1827 - Começa a circular no Rio de Janeiro o Jornal do Comércio. 
1888 - Padre Cacique assina contrato com o presidente da província, encarregando-se das órfãs recolhidas ao Asilo Santa Leopoldina. 
1895 - Lançamento do Jornal Correio do Povo. 
1958 - Inauguração da Nasa. 
1977 - Despedida do jogador Pelé do futebol. 

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895