Coudet, o superestimado
patrocinado por

Coudet, o superestimado

Lembre o trabalho de Odair Hellmann em 2019

Coudet fez muito bom trabalho no Inter

publicidade

Não há multa rescisória que mantenha um treinador quando este quer sair. O Inter ficou refém de Coudet. Como mantê-lo a contragosto até o final de 2021?
Coudet fez muito bom trabalho. Talvez superestimado. 
Deixa o Inter líder do Brasileiro, nas oitavas de final da Libertadores e quartas de final da Copa do Brasil. Não levou o regional.
Sem ser superestimado, Odair Hellmann colocou o Inter na final da Copa do Brasil, nas quartas de final da Libertadores e, na 20ª rodada do Brasileiro estava em quarto lugar.
Num ano, 2019, em que o Flamengo deu de relho em todos e havia o Palmeiras como outro bambambã.
O Inter de Odair caiu nas quartas da Libertadores justamente para o Flamengo, que viria ser o campeão do torneio. 
Coudet optou pelo caminho mais fácil. Vai treinar o Celta de Vigo.  16º no Campeonato Espanhol. Ficasse e teria que encarar o Boca nas oitavas da Libertadores.
Deixa o Inter líder do Brasileiro, é verdade, mas perdendo fôlego. O time levou gol ou gols nas últimas seis partidas.
Adíós, Coudet! Se tiver lugar no avião, leva o Musto junto. 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895