Guerrero fica. Sair custaria R$ 21,6 milhões
patrocinado por

Guerrero fica. Sair custaria R$ 21,6 milhões

Entenda os motivo$ que levaram o jogador a ficar no Inter

publicidade

Guerrero fica.
Sobram motivos para ficar.
A multa rescisória é de R$ 21,6 milhões.
Obviamente o atacante queria sair de graça.
Num cálculo arredondado, a matemática é simples.
 Assinando com outro clube e recebendo R$ 1 milhão por mês, entre luvas e salários, trabalharia dois anos para saldar a rescisão.
Suponhamos que o Inter aceitasse receber a metade. 
Mesmo assim, seria um péssimo negócio para Guerrero.
Faltou habilidade para conduzir a saída e os indicativos são de que jogador e empresário pagaram mico. 
A opção foi bater de frete com a direção com o argumento pífio de que havia sido desrespeitado nas tratativas de renovação. 
O caso Guerrero me faz lembrar a parábola do sapo e do escorpião.
O Inter acreditou que o atacante não repetiria Corinthians e Flamengo, não deixaria o clube pela porta dos fundos.
Ele fica e até gravou vídeo.
Não sei se por exigência do clube ou não..
No vídeo diz que dará a vida até o último dia para conquistar grandes coisas pelo Inter. 
Mandou um grande abraço e mandou ver: 
"Conte comigo para sempre".
Êta mundão!
Nota do Inter:
"O Sport Club Internacional comunica que, após reunião com Paolo Guerrero e o seu representante, as partes chegaram a um entendimento e o jogador cumprirá seu contrato com o Clube. 
O atleta e seu procurador retiraram todo e qualquer afirmação de desrespeito e falta de ética por parte dos dirigentes e, neste sentido, todas as situações foram esclarecidas e atleta seguirá sua trajetória no Colorado. 
A direção expressa toda a sua confiança no profissional e conta com ele para busca dos objetivos na temporada. Guerrero também está focado em voltar o quanto antes aos gramados e ajudar os companheiros na busca de grandes resultados em 2021."

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895