Inter:: a dívida, o déficit e as vendas
patrocinado por

Inter:: a dívida, o déficit e as vendas

As negociações de Praxedes, Vinicius Tobias, Léo Borges e João Peglow devem render entre R$ 75 e 80 milhões.

publicidade

O Inter tem um passivo de R$ 600 milhões, contando aqui Refis e outras pendengas.
A dívida a curto prazo é de R$ 300 milhões, que o clube negocia com os credores.
A balancete do segundo trimestre deve apresentar um déficit entre R$ 30 e R$ 40 milhões.
Situação deve melhorar no terceiro trimestre.
O futebol deve atingir sua meta de vendas, R$ 90 milhões.
As negociações de Praxedes, Vinicius Tobias, Léo Borges e João Peglow devem render entre R$ 75 e 80 milhões.
Caso venda o volante Edenílson o futebol terá atingido o que está proposto no orçamento para a temporada de 2021.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895