A saída de Jonatan Maidana, o zagueiro que foi do inferno ao céu no River Plate
capa

A saída de Jonatan Maidana, o zagueiro que foi do inferno ao céu no River Plate

publicidade

O River Plate confirmou nesse sábado a venda do zagueiro Jonatan Maidana para o Toluca, do México. O zagueiro deixa o Monumental de Núñez após 9 anos, período em que viveu o pior e o melhor momento do clube e se tornou símbolo do renascimento millonario ao longo da década. O jogador foi homenageado antes da partida contra o Defensa y Justicia pela Superliga Argentina na noite de ontem – que o River perdeu por 1 a 0.

 

Jonatan Maidana era o último remanescente em Núñez do grupo de jogadores que rebaixou o River Plate para a segunda divisão argentina em 2011. O defensor conseguiu deixar para trás a desconfiança da torcida com a queda e se tornou um dos pilares dos times que sob o comando de Marcelo Gallardo ganharam duas Libertadores – a última sobre o Boca Juniors, considerada pelos millonarios como a maior conquista da história do clube.

 

Aos 33 anos, Maidana aceitou a proposta do Toluca, que ofereceu uma significativa vantagem financeira. Antes da liberação, ele teve uma conversa com o técnico Marcelo Gallardo, que não queria sua saída, mas acabou aceitando a liberação em razão do histórico do zagueiro no clube. Gallardo chegou a se emocionar ao falar de Maidana na última terça-feira após o amistoso contra o Nacional, do Uruguai. “A decisão do Joni (como se refere a Maidana) é de sair, ele me disse isso. Para mim é um homem que me deu muito. O reconhecimento a ele vai ser eterno”, afirmou o treinador.

 

Maidana deixa o River Plate com 11 títulos conquistados e como o segundo jogador com o maior número de jogos disputados com a camisa millonaria, atrás apenas de Leonardo Astrada.

Maidana levantou a taça da Libertadores junto ao capitão Ponzio e Gallardo - Foto: Diego Halliasz / River / Divulgação


 

Reforço contratado para a defesa

O zagueiro Maidana é o segundo titular do time campeão da Libertadores a deixar o River Plate. O primeiro foi o meia-atacante Pity Martínez, vendido ao Atlanta United, dos Estados Unidos. O clube já contratou um reforço para repor a saída do defensor. No começo da semana, foi anunciado o paraguaio Robert Rojas, que estava no Guaraní, do Paraguai.

 

O vídeo publicado pelo River em homenagem a Maidana: