Aos 40 anos, Guiñazú anuncia a aposentadoria
capa

Aos 40 anos, Guiñazú anuncia a aposentadoria

Guiñazú ajudou o Talleres a voltar para a primeira divisão argentina

publicidade

Pablo Guiñazú anunciou a aposentadoria dos gramados nesta sexta-feira em Córdoba. O anúncio ocorreu em pronunciamento diante de uma plateia formada for familiares, companheiros e crianças torcedoras do Talleres.

A decisão de Guiñazú de antecipar a aposentadoria – tinha contrato até o meio do ano – ocorreu após a eliminação do Talleres para o Palestino na fase preliminar da Libertadores. O clube de Córdoba ainda tem mais cinco compromissos pela Superliga Argentina, mas "El Cholo" não participará desses jogos. Sua última partida foi mesmo a derrota para os chilenos na última quarta-feira.

Guiñazú deixa os gramados aos 40 anos após ter ajudado o Talleres a voltar ao protagonismo no futebol argentino. O agora ex-volante retornou a Córdoba quando o clube estava na segunda divisão. Foi dele o gol que garantiu o acesso de “La T” para a primeira divisão em 2016.

Na temporada passada, o Talleres foi quinto colocado na Superliga Argentina e garantiu a vaga para disputar a fase preliminar da Libertadores deste ano – apenas a segunda participação do clube na maior competição do continente.

Guiñazú teve seu ápice na carreira com a conquista da Libertadores da América pelo Inter em 2010. No clube gaúcho, ele também ganhou uma Recopa Sul-Americana, uma Copa Sul-Americana e quatro Gauchões. "Guina" tem no currículo ainda um Campeonato Argentino pelo Independiente, um Paraguaio pelo Libertad e um Carioca pelo Vasco da Gama. O volante vestiu a camisa da seleção argentina em 16 oportunidades, entre 2003 e 2013.