Em jogo marcado por protestos, Borré comanda vitória dos reservas do River

Em jogo marcado por protestos, Borré comanda vitória dos reservas do River

publicidade

Borré marcou os dois primeiros gols do River no Monumental - Foto: River Plate / Divulgação


 

O River Plate fez seu último jogo pela Superliga Argentina antes da viagem a Madri para a decisão da Libertadores contra o Boca Juniors. Na noite desse domingo, o colombiano Santos Borré comandou a vitória do time reserva millonario sobre o Gimnasia de La Plata por 3 a 1. A partida foi marcada por protestos da torcida no Monumental de Núñez.

 

No jogo desse domingo, o técnico Marcelo Gallardo poupou todos os jogadores que irão enfrentar o Boca. O único titular que esteve em campo foi Borré, que está suspenso na Libertadores. Foi ele quem abriu caminho para a vitória millonaria com dois gols no primeiro tempo, aos 7 e aos 36. Matias Gomez descontou no começo da etapa final para o Gimnasia, mas o garoto Moya fechou o placar de 3 a 1 nos minutos finais.

 

A partida no Monumental de Núñez foi marcada por protestos da torcida do River, que levou dezenas de faixas contra a Conmebol em razão da realização da decisão da Libertadores na Espanha. Os torcedores também fizeram reclamações contra os barra bravas do clube, apontados como os responsáveis pelo ataque ao ônibus do Boca no último final de semana. Os “Borrachos del Tablón” foram vaiados pelos demais torcedores quando ingressaram no estádio pouco antes do início da partida.

 

Com a vitória, o River Plate subiu para o nono lugar na Superliga, com 19 pontos. O Gimnasia é o 20º com 14.

Confira os melhores momentos de River 3 x 1 Gimnasia:

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895