Libertadores: River e San Lorenzo nas oitavas; Boca quase lá
capa

Libertadores: River e San Lorenzo nas oitavas; Boca quase lá

Huracán e Rosario Central estão eliminados antes da última rodada da fase de grupos

San Lorenzo avançou para as oitavas apesar de derrota na Colômbia

publicidade

A penúltima rodada da fase de grupos da Libertadores da América, que foi encerrada nessa quinta-feira, teve a confirmação das classificações de dois clubes argentinos para as oitavas de final: River Plate e San Lorenzo. Além deles, o Boca Juniors está virtualmente na próxima fase enquanto o Godoy Cruz precisará de um empate na última rodada para avançar. Rosario Central e Huracán estão eliminados.

O San Lorenzo sofreu o primeiro gol e perdeu sua invencibilidade na Libertadores ao perder por 1 a 0 para o Junior Barranquilla na Colômbia nessa quinta. O Ciclón, porém, foi beneficiado pela goleada do Palmeiras sobre o Melgar, do Peru, e teve confirmada a classificação para as oitavas de final. San Lorenzo e Palmeiras definirão em confronto direto na última rodada o primeiro lugar do Grupo F. Os brasileiros terão a vantagem do empate na partida que será realizada no Allianz Parque.

Quem já sabe que será segundo em sua chave é o River Plate. Os comandados de Marcelo Gallardo confirmaram a vaga para as oitavas com a vitória de 2 a 0 sobre o Palestino, no Chile, na quarta-feira. Na última rodada, o River vai enfrentar o Inter na primeira partida que poderá contar com a presença da torcida no Monumental de Núñez. O jogo, no entanto, será um mero amistoso porque o Colorado já garantiu o primeiro lugar do Grupo A.

O Boca Juniors ainda não tem matematicamente a classificação assegurada para as oitavas de final, mas apenas uma combinação improvável tirará o clube da próxima fase. Em segundo lugar no Grupo G, o Xeneize até poderá ser igualado em pontos por Tolima ou Jorge Wilstermann, mas a grande vantagem no saldo de gols o deixa em situação tranquila. O Boca tem saldo positivo de quatro enquanto Tolima tem três negativo e o Wilstermann está com menos sete.

Na última rodada, o Boca vai receber o Athletico Paranaense na Bombonera em jogo que precisará da vitória para ficar com o primeiro lugar do grupo. Empate deixa os brasileiros no topo da chave.

 

Godoy Cruz pelo empate

Talvez o menos badalado dos argentinos nesta edição da Libertadores, o Godoy Cruz deu um passo importante rumo às oitavas ao vencer o Sporting Cristal, do Peru, por 2 a 0 em Mendoza na quarta-feira. O Tomba agora precisa de um empate no confronto direto com a Universidad de Concepción, do Chile, na última rodada para ficar com a vaga. A partida será realizada na Argentina.

 

Eliminados e sem chance de Sul-Americana

Rosario Central e Huracán seguiram na Libertadores o péssimo desempenho que apresentaram na Superliga Argentina em 2019. Nesta semana, os dois clubes tiveram confirmadas suas eliminações na fase de grupos e também estão sem chances de chegar à Sul-Americana. Ambos, sem vencer na Libertadores, terminarão a competição como lanternas de suas chaves.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por CONMEBOL Libertadores (@libertadores) em