Na briga pelo título da Superliga, Racing encara o Independiente no clássico de Avellaneda
capa

Na briga pelo título da Superliga, Racing encara o Independiente no clássico de Avellaneda

Independiente e Racing se enfrentam em clássico neste sábado

publicidade

A seis rodadas do fim, a Superliga Argentina está em uma fase decisiva para definição do campeão da temporada 2018/19. Após a derrota do Boca Juniors para o Atlético Tucumán na última quarta-feira, a disputa pela taça ficou polarizada entre Racing e o ainda invicto Defensa y Justicia. Líder pelo saldo de gols, a Academia terá neste sábado o clássico com o Independiente, que, longe dos primeiros lugares, tentará atrapalhar o maior rival na corrida pelo caneco.

O Racing conseguiu se recuperar da derrota para o River Plate com uma confortável goleada de 3 a 0 sobre o Godoy Cruz na última segunda-feira. O clube vai literalmente atravessar a rua para enfrentar o rival com a escalação definida. Nesta sexta-feira, o técnico Eduardo Coudet confirmou que iniciará o clássico no Libertadores de América com os mesmos 11 da goleada sobre o Tomba. Ou seja: Arias; Saravia, Sigali, Donatti, Alexis Soto; Marcelo Diaz; Zaracho, Neri Cardozo, Pol Fernández; Cvitanich e Lisandro López.

O clima no Racing havia ficado tenso após a derrota para o River Plate com o desentendimento entre Centurión e Coudet. O jogo contra o Godoy Cruz serviu para esfriar os ânimos, principalmente pela demonstração pública do capitão Lisandro López de apoio ao treinador na comemoração do seu gol. Uma derrota no clássico, porém, pode fazer as coisas mudarem. Neste momento, Coudet está firme na decisão de manter Centurión afastado e parece irredutível. Um bom resultado diante do Independiente será importante para fortalecer ainda mais o treinador.

O Independiente representa o último grande compromisso do Racing antes da rodada final contra o Defensa y Justicia. Após o clássico, a Academia terá compromissos em tese mais tranquilos diante de Estudiantes (C), Colón (F), Belgrano (c) e Tigre (F).

 

Rival em dificuldade

Com apenas uma vitória na Superliga Argentina em 2019, o Independiente se afastou dos primeiros lugares e é apenas o oitavo colocado – a três pontos da vaga para a fase preliminar da Libertadores de 2020. Em um cenário ruim no campeonato, o Rojo terá na chance de atrapalhar o rival na briga pelo título a sua maior motivação para o confronto deste sábado.

Assim como Coudet, Ariel Holan confirmou os 11 que mandará a campo diante de sua torcida: Campaña; Bustos, Alan Franco, Burdisso, Gastón Silva; Gaibor, Domingo, Pablo Hernández; Verón, Cecilio Domínguez e Martín Benítez.

O clássico de Avellaneda está marcado para as 21h30min deste sábado no estádio Libertadores de América e terá transmissão ao vivo para o Brasil do canal Fox Sports.