capa

Rosario Central demite técnico a menos de duas semanas da estreia na Libertadores

Bauza levou o Central ao título da Copa Argentina em 2018

publicidade

O Rosario Central anunciou neste sábado a demissão do técnico Edgardo Bauza. A decisão de demitir o treinador a 11 dias da estreia do clube na Libertadores da América ocorreu após a derrota de 2 a 0 para o Lanús, na noite dessa sexta-feira, pela Superliga Argentina. O Central ainda não venceu nenhuma partida em 2019.

Em comunicado, a diretoria do clube justificou os resultados ruins no começo de 2019 como o motivo para a saída do técnico que levou o Rosario Central a quebrar em jejum de 23 anos sem títulos com a Copa Argentina de 2018. “Expressamos publicamente a dor por um ídolo deixar o nosso clube e esperamos que os caminhos do Bauza e do clube voltem a se cruzar no futuro”, diz parte da nota.

De fato a campanha do Rosario Central neste começo de 2019 é ruim com três derrotas e três empates nas seis partidas disputadas pela Superliga Argentina. No entanto, a decisão de demitir um treinador que foi campeão no ano passado mostra que não é privilégio do futebol brasileiro as decisões simplistas por parte dos dirigentes em momentos de crise.

O Rosario Central anunciou que o ex-lateral-direito Paulo Ferrari vai assumir o comando da equipe. Ferrari, que vinha desempenhando um cargo nas categorias da base do clube, fará seu primeiro trabalho como treinador profissional.  O Central joga contra o Sol de Mayo pela Copa Argentina, na próxima terça-feira, e depois encara o Belgrano pela Superliga, no dia 2 de março.