Quando a neurociência encontra a economia
capa

Quando a neurociência encontra a economia

Por

publicidade



Leonel Karam lança "Neuroeconomia: Inconsciente Revelado" nesta quinta, às 19h, no Mezzanino da Livraria Cultura

O inconsciente está à mostra neste livro, que expõe como ler e ensinar a ler o que as pessoas, as empresas e os governos necessitam, quais os seus desejos verdadeiros e a mudança realizada com a lógica do inconsciente. O neuroeconomista, empresário, professor e escritor Leonel Karam lança nesta quinta-feira, às 19h, no Mezzanino da Livraria Cultura do Bourbon Country (Tulio de Rose, 80, 2º andar) o livro "Neuroeconomia: Inconsciente Revelado" (Editora Buqui).

No livro dividido em três partes: O Processo do Inconsciente, A Importância do Inconsciente no Dia a Dia e O Novo Processo de Mudança, é tratada a neuroeconomia a partir da revelação do inconsciente. A neuroeconomia é a cultura científica que une economia e neurociência para criar novos conhecimentos e abandonar antigas crenças limitadoras do desempenho pessoal. Estamos na era da inteligência.

O livro ensina a enxergarmos mais do que vemos, ouvir mais do que escutamos e perceber mais do que sentimos. O fato novo apresentado é a revelação de um poderoso instrumento que possibilita acertos sistemáticos e uma aprendizagem evolutiva de vida. É sabido que mudanças pessoais e grupais acontecem em maior número e com mais precisão e rapidez quando acessamos o lado direito de cérebro - instintivo, inconsciente, que, em conjunto com o lado esquerdo, toma 99% das nossas decisões. Entre uma ação e a decisão de tomá-la há um sistema altamente complexo e propenso a cometer erros grosseiros e catastróficos, a mente humana. Esses enganos de percepção ou ilusões cognitivas que geram decisões erradas uma vez corrigidos garantem uma liberdade emocional extremamente valiosa para obter saúde, afeto e prosperidade.

Na segunda parte da obra, quando faz a relação com o cotidiano, Karam relaciona o tema com áreas como o futebol, empresas, jornalismo e drogas. Para resumir a neuroeconomia, Karam no capítulo final dá um exemplo conceitual aos materialistas: "Os bens precisam circular instintivamente, são todos emprestados, mesmo ao maior milionário para uma uma troca honesta, isso é neuroeconomia". O livro também está disponível digitalmente pelos sites www.editorabuqui.com.br e www.buqui.com.br.


 

Título: NEUROECONOMIA - INCONSCIENTE REVELADO

Autor: Leonel Karam

Editora: Buqui

Páginas: 182

Lançamento:  Quinta-feira, 27/11, 19h, Mezzanino da Livraria Cultura