Inovação e tecnologia ganham espaço na programação da Feira
capa

Inovação e tecnologia ganham espaço na programação da Feira

Arena Inovação é realização da Câmara Rio-Grandense do Livro

Por
Correio do Povo

Espaço não contou com patrocinadores diretos, apenas apoiadores de atividades específicas

publicidade

*Eduarda Ferreira (3º semestre Ulbra)

Um dos destaques da 65ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre ficou conhecido como Arena Inovação, espaço voltado para disseminação e troca de conhecimento nas áreas de inovação, tecnologia e impacto social. O local é uma realização da Câmara Rio-Grandense do Livro e não contou com patrocinadores diretos, apenas apoiadores de atividades específicas.

A curadoria e produção da Arena foi de Davi Guilherme e a coordenação do espaço de Felipe Milanesi. Segundo eles, o projeto tem a proposta de fortalecer a difusão de conhecimento que a mostra promove a partir de novas soluções, ideias, criações, transformações sociais que permeiam o mundo da literatura e a sociedade.

Conforme Felipe Milanesi, um dos objetivos era o de relacionar o potencial da tecnologia com o estímulo à leitura. “Para isso, tivemos atividades como uma palestra que abordou o uso da realidade aumentada na literatura, que busca expandir a experiência com leituras mais dinâmicas, para além do livro físico”,  afirma. “Também contamos com uma oficina ministrada por Marcelo Spalding, professor da pós-graduação da Pucrs, que teve o intuito de desmistificar um pouco o senso comum de que os avanços tecnológicos vão acabar com os livros físicos ou diminuir as possibilidades do mercado literário, quando, na verdade, essas coisas devem andar juntas.”

As atividades diurnas, nos dias de semana, foram pensadas para escolas de Ensino Fundamental e Médio. Grande parte da programação contou com atividades curtas, voltadas ao público escolar, incluindo palestras, oficinas e workshops. Porém, durante a noite e aos finais de semana, o propósito era o de diversificar as faixas etárias. Temáticas como empreendedorismo feminino, literatura fantástica, afrofuturismo, representatividade e negritude no mercado de trabalho foram abordadas. “Esse tipo de conteúdo, que aproxima o público jovem e adulto, esteve presente até então apenas em atividades pontuais e agora é que está sistematizado neste ambiente que tem a sua primeira edição neste ano, mas que espero que siga existindo e conquistando novas pessoas”, explica Davi Guilherme. 

Para fechar a programação do espaço, no último fim de semana da Feira do Livro de Porto Alegre, a Arena Inovação programou dois eventos. No sábado, o Encontro de Influenciadores Literários chega a sua quarta edição, e no domingo,  o Festival de Japão na Feira marca o encerramento do projeto nesta edição.