capa

O fio de queijo na torrada

Por

publicidade

Falo de torrada simples. Pão de forma, manteiga, presunto e queijo. Sem parangolés de misturas e temperos. Aquela que a gente faz em casa, talvez até com pressa, ou com preguiça. Ou pede dentre as opções mais baratas da lanchonete num intervalo qualquer de compromissos exaustivos. Banal para uns, luxo para tantos. Quem nunca aliviou a fome com uma boa torrada simples?

Pode não ser o alimento mais saudável. Mas é uma combinação sedutora de sabores que se completam e aperfeiçoam. Torrada tem gosto de infância perdida. Principalmente quando aquele fio de queijo surge, rebelde, e une as fatias recém cortadas, ou tenta segurar o naco mordido junto ao resto todo que sobreviveu à nossa gula. O fio de queijo é o momento mais esperado da torrada. O clímax.

Procuro não perder nada daquele fio de queijo. Como fios de uma boa macarronada. Mesmo que ele, o queijo, tente se refugiar no guardanapo ou no prato. Mesmo que ele dê voltas em torno do pão. E se ele der essas voltas no pão, fica melhor ainda.

Se alguém oculta o fio de queijo da torrada, constrangido, como se quebrasse alguma regra de etiqueta, está com problemas. Se houver quem ignore o fio de queijo da torrada, bom, então eis alguém que não sabe ver o que há de bom nesta vida.

Mas nós sabemos ver realmente o que há de bom nesta vida? Nós conseguimos ver?

Sinceramente, creio que temos dificuldades.

Perdemos muito com a pressa. Com a febre de ter. Andamos muito ocupados sem tempo pra nada, nem pra nós mesmos, quanto mais para os que amamos.

Perdemos muito tempo discutindo, brigando, rompendo relações por questões que, se nos afetam, no fundo dão sempre o mesmo resultado. E não estamos inclusos, a maioria esmagadora de nós, nos beneficiados pelo final da equação. Somos invariavelmente resto. Mesmo assim, brigando por esse nada que nos compete há séculos.

Perdemos a chance de prestar atenção em quem nos importa. Ou importaria.

Perdemos - eu, você, todos nós - muitas vezes a chance de, apenas, perceber o sabor do fio de queijo na torrada simples. Porque engolimos tudo inteiro.